G20 se orienta na mesma direção de Bolsonaro, diz Chanceler

Alguns países integrantes do G20, no entanto, vêm adotando medidas restritivas, que foram criticadas por Bolsonaro

%bsbtimes- %bsbtimes
Ernesto Araújo: chanceler afirmou que G20 defende medidas para proteger à vida e os empregos (Gustavo Minas/Bloomberg)

O ministro da Relações ExterioresErnesto Araújo, disse nesta quarta-feira (25) que os países integrantes do Grupo dos 20 (G20) devem focar os princípios de proteção à vida e aos empregos ao formularem medidas para a contenção do novo coronavírus, causador da covid-19. Segundo o chanceler, há um consenso formado entre os líderes do G-20 que iria “na mesma direção defendida pelo presidente Jair Bolsonaro”.

Alguns países integrantes do grupo, no entanto, vêm adotando medidas restritivas à circulação de pessoas. Os limites foram criticados nesta terça-feira (24) por Bolsonaro num pronunciamento em cadeia nacional de TV e rádio. Cidadãos do Reino Unido e da Índia, por exemplo, viram seus primeiros-ministros irem à público para pedir que fiquem em casa. Nesta terça-feira, o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, estabeleceu um bloqueio total no país, que tem 1,3 bilhão de habitantes.

Em carta aos membros do G-20, divulgada nesta quarta-feira, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, recomendou a criação de um “mecanismo de resposta articulado” ao coronavírus, que incluiria “testar, rastrear, fazer quarentena, tratar os doentes e coordenar medidas para restringir movimentos e contatos”.

BSBTimes
Com informações do Estadão Conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui