Lucia Bessa entrevista o Presidente do CDDF, Eugênio Piedade. Hoje em sua LIVE Papo à Bessa!

O PAPEL DA MULHER NO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DA SUA REGIÃO será o tema de hoje, as 19:30

A LIVE será na conta no Instagram de Lucia Bessa e contará com informações importantíssimas para a formação da mulher em empreendedorismo social

Sobre o Projeto

O projeto é uma iniciativa do CDDF – Conselho de Desenvolvimento Econômico do DF, executado pelo Instituto LUMIART em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo do DF com a mobilização do Conselho de Desenvolvimento do DF, através de emenda parlamentar, do deputado distrital Claudio Abrantes.

O projeto se refere à capacitação de empreendedoras e empreendedores sociais a partir da implementação de um método original e inédito, denominado 05 Passos para o Desenvolvimento com os temas de Economia Criativa, Turismo, Terceiro Setor e Projetos.

Em tempos de pandemia e de iminentes: retração econômica e desemprego, esse caminho pode ser uma excelente saída. Os Webinários acontecerão, nas terças e quintas-feiras, das 20:00 às 22:00, através da plataforma digital ZOOM.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO NESTE LINK  https://bit.ly/2Yl72Fv para saber o dia que acontecerá em sua região. Se eu fosse você, não perderia de jeito nenhum, enfatiza a ativista da mulher Lucia Bessa.

Presidente do CDDF, Eugênio Piedade

“Nossos projetos têm o foco na metodologia e inovação para o desenvolvimento pessoal e profissional com o fim na geração de empregos e na liberdade econômica” disse Eugênio Piedade, Presidente do CDDF..

Empreendedorismo e empoderamento feminino, através de oficinas e palestras motivacionais para o enfrentamento à violência contra à mulher.

No caso da LIVE para a formação de empreendedores sociais, a mulher terá a orientação e a consultoria dos nossos instrutores para fortalecer suas habilidades e conhecimentos, transformá-los em produtos ou serviços e utilizar as ferramentas de marketing digital para a comercialização, através da Economia Criativa.

Também a mulher terá informações quanto a se organizar como Terceiro Setor e fazer diagnóstico e planejamento básicos de sua comunidade para ajudar no aquecimento da economia local, através do turismo e do aprendizado para a elaboração de projetos e captação de recursos, e com isso mobilizar mais mulheres para se organizarem na sociedade e fortalecerem uma as outras, enfatizou Eugênio Piedade.

Sobre o Papo à Bessa 

O PAPO A BESSA surgiu, a princípio, como uma canal para discutir o real aumento da violência familiar e doméstica contra as Mulheres e Meninas em tempo de confinamento.

Dado ao sucesso da participação, não so em Brasília, como em vários Estados do País, começamos a receber denúncias de mau atendimento em órgãos públicos e seus gestores e/servidores ; dezenas de casos de violência doméstica, e, aí, o PAPO A BESSA, transformou-se em um instrumento de informação, acolhimento, orientação e denúncia para todas as Mulheres.

E o atendimento continua após o término do programa: telefonemas, visitas, orientação…

A partir do PAPO A BESSA, criamos com o apoio deste CDDF, a campanha CONEXAO SOLIDÁRIA em favor das MULHERES COM DEFICIÊNCIA.

“Já entregamos 250 máscaras, 100 kits de higiene pessoal e de limpeza de casa e 26 cestas básicas, para estas Mulheres que vivenciam vulnerabilidades múltiplas”, disse a Presidente do CD-Taguatinga, Lucia Bessa.

Lucia Bessa, Presidente do CD-Taguatinga

Quem é a ativista da mulher Lucia Bessa

LUCIA BESSA, ativista, militante, defensora dos direitos humanos, Advogada Especializada no Direito das Mulheres,
Formada em Direito pelo CEUB, hoje UNICEUB
Pós graduada em Direito do Trabalho pelo UNICEUB
Pós Graduada em Metodologia e Didática para o Ensino Superior pela Universidade Católica de Brasília
Especialista em Gestão Publica
Especialista em Combate e enfrentamento a todas as formas de Violência contra as Mulheres e Pessoas Idosas
Palestrante e conferencista na área de Política Publica, combate a Violência contra Mulheres, crianças e adolescentes, pessoas idosas, população LGBTIQ+

Presidente do Instituto Viva Mulher – Direitos e Cidadania

Idealizadora do Projeto Educação para a Paz

Presidente da Comissão de Combate à Violência Familiar da OAB/Taguatinga –

Coordenadora da Condição de Gênero, do Fórum de Mulheres do Mercosul
Integrante da Aliança das Mulheres que Amam Brasília, que lhe concedeu a comenda de Embaixatriz , que busca valorizar Brasília, o patrimônio cultural da Humanidade.

Presidente do Conselho de Desenvolvimento de Taguatinga

“Ao longo de minha vida dialogo uma trajetória em defesa dos direitos das mulheres e a emancipação social, por acreditar que retirar mulheres de situações de violência, auxiliando a construção de sua dignidade é emancipar toda uma sociedade”, disse Lucia Bessa.

Proteger as famílias e as pessoas vulneráveis é criar justiça social. Nesta defesa de direitos passei a compor diversas organizações e conquistei, graças à Deus, muitas vitórias, sendo as principais delas, o convite para exercer o cargo de
Subsecretária de Políticas para Mulheres do Governo de Brasília, no Gestão anterior

Como Subsecretária tive sob minha responsabilidade, dentre tantas, o gerenciamento de 01 Casa Abrigo, 04 Centros Especializados em Atendimento às Mulheres (Ceam’s) e 09 Núcleos de Atendimento à Família e Autores de Violência Doméstica (Nafavd) e 02 unidades de atendimento móvel à Mulher do Campo e Cerrado. Além de administrar o disque direitos humanos da mulher, no número 156, opção 6 e a Casa da Mulher Brasileira, enfatizou.

2018. Homenageada com Moção de Louvor na Câmara Municipal de Goiânia por ser Mulher Solidária do Estado de Goiás.
2018. Homenageada com a mais alta comenda que o Estado confere a uma cidadão e cidadã – o Título de Cidadã Honorária de Brasília, outorgado pela Câmara Legislativa do DF
Recebeu o Premio Personalidade de Brasília, pela Revista Capital, em 2017
*Recebeu o Premio Neide Castanha de Direitos Humanos, pela Camara Legislativa do DF
Recebeu o I Premio Religare, pelo combate à Intolerância Religiosa, da Câmara Legislativa do DF
Recebeu o título Troféu Mulher, pela Associação Internacional de Cultura, em 2017.

BSBTimes

 

1 COMENTÁRIO

  1. Lúcia Bessa, hoje é a ÚNICA referência direta à humanização dos Direitos das Mulheres e os cuidados no terceiro setor.
    Parabéns à essa guerreira de anos e anos em toda Brasília e agora o mundo….
    Seu exemplo será sempre replicado para bem de todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui