Lucia Bessa, Presidente do CD-Taguatinga, estréia programa de TV

Momento de assinatura de Lúcia Bessa na TVN Brasil. Foto: Reprodução

A Presidente do Conselho de Desenvolvimento de Taguatinga LUCIA BESSA, conhecida e renomada ativista, militante e defensora dos direitos humanos das Mulheres e Meninas, Advogada, especialista em Combate, enfrentamento e prevenção a todas as formas de Violência contra as Mulheres, idealizou o PAPO A BESSA, através do facebook e instagram para, a princípio, discutir o real aumento da violência familiar e doméstica contra as Mulheres e Meninas em tempo de confinamento.

Dado ao sucesso da participação, não só em Brasília, como em vários Estados do País, ela começou a receber denúncias de mau atendimento em órgãos públicos e seus gestores e/servidores ; dezenas de casos de violência doméstica, e, aí, o PAPO A BESSA, transformou-se em um instrumento de informação, acolhimento, orientação e denúncia para todas as Mulheres.

“E o atendimento continua após o término do programa: telefonemas, visitas, orientação”, segundo Lucia Bessa.

Portanto, não foi surpresa o convite para estrear, agora, o PROGRAMA PAPO A BESSA, na TVN Brasil, todas as segundas feiras, das 19:00 ás 20:00 horas.

Ao longo de sua vida, LUCIA BESSA dialogou uma trajetória em defesa dos direitos das mulheres e a emancipação social, por acreditar que retirar mulheres de situações de violência, auxiliando a construção de sua dignidade é emancipar toda uma sociedade.

Coerente com sua história, o PAPO A BESSA, agora um programa da TVN Brasil, será a voz não só das Mulheres, “mas de todas as pessoas cuja voz não é ouvida”, ressalta Lucia Bessa.

“Proteger as famílias e as pessoas vulneráveis é criar justiça social. Nesta defesa de direitos passei a compor diversas organizações e conquistei, graças à Deus, muitas vitórias, sendo uma das principais, o convite para exercer o cargo de Subsecretária de Políticas para Mulheres do Governo de Brasília, no Governo anterior.

.Esse programa é de toda a população do DF, que clama por atenção, inclusão e respeito”, diz Lucia Bessa.

BSBTimes
Papo à Bessa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui