Covid-19: cresce o número de internações de pacientes no DF – Mas, Brasília é a capital melhor preparada para enfrentar a pandemia

Leitos disponíveis no Hospital de Base _ foto_divulgação - BSB Times

No dia 1º de maio, eram 96 pacientes, entre pessoas nas enfermarias e UTIs, número que passou para 192 nessa terça

Fonte: Metrópoles – Márcia Delgado

O número de internações de pacientes com coronavírus tem aumentado no DF. Para se ter ideia, no dia 1º de maio, eram 96 pessoas, sendo 53 em enfermaria e 43 em unidades de terapia intensiva (UTIs). No boletim divulgado no fim da tarde dessa terça-feira (12/05), o total passou para 192, ou 6,4% do total de contaminados. Destes, 87 estavam mais graves e precisam de cuidados intensivos.

O GDF dispõe de 172 leitos de UTIs na rede pública, em estabelecimentos próprios e conveniados, para tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Nessa terça, 21,1% estavam ocupados.

A previsão é de que até o final de junho a rede pública conte com mais de 800 leitos com suporte ventilatório, segundo projeção encaminhada pela Secretaria de Saúde ao Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT). Na rede privada, há 357 leitos de UTIs. Deste total, 166 são destinados ao tratamento da Covid-19 e contam com taxa de 25% de ocupação, segundo o GDF informou ao MP.

 

Antropólogo, sociólogo, estudou ainda economia e Direito, especialista em antropologia econômica. Com mais de 16 anos de experiência na Admisnitração pública, já atuou em diversos porgãos do Governo do Distrito Federal. Gaúcho de Passo Fundo, radicado no DF a 27 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui