PF faz operação contra fraude no RJ; agentes vão à residência de Witzel

PF faz buscas na residência de Witzel

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã uma operação para apurar indícios de desvios de recursos públicos destinados ao atendimento do estado de emergência de saúde pública em decorrência do coronavírus, no Rio de Janeiro.

Fonte: UOL

A operação, batizada de Placebo, cumpre 12 mandados de busca e apreensão expedidos pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) nos estados de São Paulo e no Rio. Segundo a rede de TV CNN, agentes da Polícia Federal estão no Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) e também foram ao escritório onde a esposa dele atua.

Policiais também estiveram no aeroporto do Galeão para acompanhar a chegada de respiradores, informou a CNN.

“Elementos de prova, obtidos durante investigações iniciadas no Rio de Janeiro pela Polícia Civil, pelo Ministério Público Estadual e pelo Ministério Público Federal naquele estado foram compartilhados com a Procuradoria-Geral da República no bojo de investigação em curso no Superior Tribunal de Justiça e apontam para a existência de um esquema de corrupção envolvendo uma organização social contratada para a instalação de hospitais de campanha e servidores da cúpula da gestão do sistema de saúde do Estado do Rio de Janeiro”, diz nota enviada pela PF.

BSB TIMES

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui