“Isso é fascista, não é democrático. Devolvam às pessoas a sua liberdade ”

Diferentemente de Mark Zuckerberg, do Facebook, Elon Musk, o CEO da Tesla e da SpaceX, criticou as medidas de isolamento social adotadas por governadores norte-americanos diante da pandemia do Coronavírus

News Atual

Numa série de ocasiões ele vem demonstrando a sua indignação, o que também ocorreu na última quarta-feira, 29, ao apresentar o balanço do 1° trimestre da sua montadora de veículos elétricos. Ele disse que as restrições não são democráticas e pediu que as pessoas tivessem sua liberdade de volta.

“O prolongamento do confinamento (…) aprisiona as pessoas à força contra os seus direitos constitucionais, é a minha opinião. É uma violação das liberdades individuais de uma maneira horrível e injusta”.

Em outras ocasiões, disse: “É escandaloso! É um escândalo. Vai fazer muito mal às empresas, não apenas à Tesla”.

“Dizer às pessoas que não podem sair das suas casas e que serão detidas caso o façam é fascista. Não é democrático. Não é liberdade. Devolvam às pessoas a sua maldita liberdade!”.

Nas redes sociais, ele se pronunciou em tom irritado: “Libertem a América imediatamente!”.

Trump deu orientações para a reabertura da economia, mas a decisão de quando e como fazer fica a cargo dos governos locais.

A principal fábrica da Tesla, que fica na Califórnia, encerrou suas atividades no dia 19 de março com a promessa de reabrir no dia 4 de maio, no entanto, autoridades prorrogaram as medidas restritivas até o final do mês, o que pode ocorrer novamente, de forma que não se sabe quando irá reabrir.

BSB TIMES

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui