Coronavírus: mecanismo para testagens ao ar livre diminui riscos de contaminação

Coronavírus- mecanismo para testagens ao ar livre diminui riscos de contaminação

Estrutura é uma espécie de biombo que permite o contato apenas com o braço do paciente, necessário para realização do exame

Fonte: Jornal de Brasília

A Secretaria de Saúde (SES)  tem o objetivo de testar o máximo de pessoas para avaliar o cenários epidemiológico do Distrito Federal, com relação ao novo coronavírus. Para que os sem-teto também tenham acesso ao exame, é necessário realizar iniciativas que alcancem as ruas. A gerente da Unidade Básica de Saúde 4 (UBS 4) do Recanto das Emas, Rosemary Padilha, criou um mecanismo para realizar testagens ao ar livre de forma mais segura.

A estrutura é uma espécie de biombo que permite o contato apenas com o braço do paciente, necessário para realização do exame. O aparelho preserva a segurança tanto da equipe médica quanto do indivíduo que está realizando o teste.

“Devido ao fato de estarmos paramentados e os outros não terem a mesma oportunidade, independentemente de quem seja, criamos a proteção em consideração ao público testado; assim, damos oportunidades de eles estarem protegidos também”, resume Rosemary.

BSB TIMES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui