GDF pode endurecer contra comerciantes de Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do Sol e Estrutural por ignorar medida

Quem continuar ignorando as medidas pode pagar multas ou ter o alvará de funcionamento definitivamente cassado, segundo informou o DF Legal.

Centenas de casas comerciais impedidas de funcionar por um prazo de três dias por força do decreto governamental nº 40. 872, foram flagradas pela fiscalização feitas por órgãos do GDF https://radardf.com.br/saude/gdf-pode-endurecer-contra-comerciantes-de-ceilandia-sol-nascente-por-do-sol-e-estrutural-por-ignorar-medidano primeiro dia de fechamento dos estabelecimentos nas cidades de Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do Sol e Estrutural. 

Fonte: RadarDF – Por: Toni Duarte

O Decreto do GDF determina suspensão das atividades por três dias para tentar conter o avanço do coronavírus na região mais afetada pela doença por falta de cuidados por parte da população que insiste em transitar sem máscaras em locais públicos e formar enormes aglomerações.

A Secretaria de Saúde contabiliza os infectados no Sol Nascente e Pôr do Sol junto aos números de Ceilândia. Ontem, segundo os números da Secretaria de Saúde, Ceilândia somava 1.968 pessoas diagnosticadas com coronavírus e 42 mortes. Já a Estrutural tinha 361 casos e 4 mortes até a noite de domingo (7).

A fiscalização feita por equipes da Polícia Civil do Distrito Federal, do DF Legal, do Corpo de Bombeiros, além do Procon, será intensificada para obrigar o comércio a cumprir a lei.

O decreto determinou o fechamento de parques, igrejas e comércio, por 72 horas, na região. Quem ignorar as medidas pode pagar multas ou até mesmo perder o alvará de funcionamento pela reincidência, avisa o DF-Legal.

BSB TIMES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui