Fecha, abre, fecha…Justiça suspende liminares que permitiam abertura do comércio em Goiânia

Volta a valer decreto municipal que institui fechamento do comércio por período intermitente

Na madrugada desta sexta-feira, 3, a Justiça concedeu o efeito suspensivo das liminares concedidas pela juíza Jussara Louza. Portanto, volta a valer o decreto municipal que institui o fechamento do comércio por período intermitente. A decisão atende requerimento do Ministério Público de Goiás.

A decisão foi proferida pelo presidente do Tribubal de Justiça, Walter Carlos Lemes, e publicada à 00h06min.

Lemes acatou os argumentos do MP-GO, entre eles o de que “o valor da vida não pode ser mitigado para preservar uma atividade empresária, ainda mais em momento em que a multicitada enfermidade ganha proporções avassaladoras ao sistema de saúde goiano.”

Para o MP-GO, ao contrário do que afirma a magistrada em suas decisões, o sistema de saúde desta capital encontra-se fragilizado para atender à crescente demanda de infectados por Covid-19.

Fonte: Jornal Opção, Thauany Melo – original aqui

Reprodução: BSB TIMES

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui