Queiroz ficará em prisão domiciliar

Em decisão tomada nesta tarde o presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha concedeu prisão domiciliar ao ex acessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz.

Queiroz deverá usar tornozeleira eletrônica e ficará em sua residência no bairro da Taquara no Rio de Janeiro.

A decisão é extensiva à sua esposa, Márcia Oliveira de Aguiar.

A decisão é liminar e ainda será julgada em definitivo.

Com informações da CNN, Rogério Cirino para o BSB TIMES

Rogério Cirino de Sá Ribeiro, goiano, 51 anos, casado, três filhos. Bacharel em Administração de Empresas pela UNIPLAC. Licenciado em História pela UPIS e MBA em Gestão de Projetos pela ESAD. Empresário do audiovisual desde 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui