Irmã de Dias Toffoli é investigada por nepotismo

dias-toffoli-ministro-stf-evaristo-sa-afp

O Ministério Público de São Paulo abriu investigação após o recebimento de denúncia anônima.

A portaria que determinou a investigação é assinada pelo promotor Christiano Jorge Santos, e visa a apuração de supostos “funcionários fantasmas” no Tribunal de Contas do Município de São Paulo. A informação chegou ao jornal Estadão nessa sexta-feira (10).

Nos documentos obtidos pelo jornal a irmã do presidente do Supremo Tribunal Federal, é mencionada como exemplo de ‘nepotismo cruzado’. Maria Esther Dias Toffoli trabalha no gabinete do conselheiro Roberto Braguim, ‘em notório uso indevido de cargos públicos’, palavras do promotor.

O Jornal de Brasília tentou contato com os citados sem obter resposta.

Com informações do jornal de Brasília e do Estadão, Rogério Cirino para o BSB TIMES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui