Bolsonaro concordou que militares partissem para cima de Gilmar Mendes

A informação é do jornal o Estado de Minas. Segundo informações o presidente Bolsonaro teria sido consultado após a nota emitida pelo ministro da defesa não ter sido considerada “à altura” da ofensa reconhecida nas falas do ministro do STF.

Até agora Gilmar Mendes não se desculpou pela fala intempestiva que deu em um debate online feito dia 11/06. Com isso os generais das três forças avaliam pressionar a Procuradoria-geral da República – PGR a representar contra o ministro da Suprema Corte.

Com informações do Estado de Minas, Hélio Rosa para o BSB TIMES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui