Conselheiro tutelar é ameaçado de morte no DF

Após um bebê de 28 dias ter sido encontrado morto abandonado em um quarto de hotel o Conselho Tutelar retirou do convívio dos país, por precaução, a irmã mais velha. A ação teria motivado a ameaça.

“Não tínhamos o paradeiro de familiares e a gente acabou levando para o abrigo. Depois, procuraram o conselho e começaram a proferir palavras de ameaça”, afirmou o conselheiro ao Metrópoles em reportagem.

Segundo o servidor o pai da criança se dirigiu ao Conselho Tutelar em tom ameaçador para “conversar” com o conselheiro.

O mesmo tem histórico de violência familiar, consta na PCDF passagens dele por agressão contra a companheira.

O fato foi registrado na 15º Delegacia de Polícia de Ceilândia.

Com informações do Metrópoles e do Conselho Tutelar, Hélio Rosa para o BSB TIMES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui