Na CPI do BNDES tudo indica que houve desvio de finalidade no governo PT

Deputada Federal Paula Belmonte em Audiência Pública na CPI do BNDES. | Foto: Reprodução de Vídeo.

A deputada Paula Belmonte disse que 64 milhões do contrato de U$1 bilhão com a Odebrechet foi para financiamento de campanha política

Por Helio Rosa

O ex-Ministro de Planejamento do PT, Paulo Bernardo, chegou a dizer no interrogatório que o dinheiro foi emprestado para o governo de Angola e não para a Odebrecht, contrapondo o parecer de um técnico dizendo que não era possível fazer este tipo de empréstimo, mas mesmo assim tiveram pessoas do governo passado que pedia para emprestar para a Camex, segundo a deputada.

Paula Belmonte disse que ficou surpreendida  por que o Banco de Desenvolvimento Econômico é para desenvolver as empresas brasileiras, isso é muito sério, com isso estão desviando a função do BNDES.

Paulo Bernardo afirmou que havia muitos países inadimplentes e que não seria problema por que o dinheiro estava todo assegurado por uma empresa brasileira. “Na verdade, quem assegura o dinheiro deste empréstimo é o Tesouro Nacional, onde tudo é recurso da população brasileira e tirado do seguro desemprego das pessoas, o povo está pagando duas vezes por esta prática ilícita no âmbito do BNDES”, salientou a deputada Belmonte em audiência pública da CPI do BNDES.

Helio Rosa para o BSB TIMES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui