Na data que homenageia o nascimento de Oswaldo Cruz, Filipelli declara apoio aos profissionais da vigilância sanitária

A Lei 13.098/2015 instituiu a data 05 de Agosto como o Dia da Vigilância Sanitária a fim de homenagear o nascimento de Oswaldo Cruz, um importante nome no combate às epidemias brasileiras que, por meio de implementação sanitária, lutou para erradicar a febre amarela, a peste bubônica e a varíola.

Diante o momento atual de pandemia, o deputado federal Tadeu Filippelli (MDB-DF) sugeriu ao Poder Executivo, por meio de indicação n° 724/2020, que o Governo do Distrito Federal viabilize a realização de um concurso público para os cargos de carreira de auditor de atividades urbanas da Vigilância Sanitária.

O último concurso foi realizado há vinte e sete anos, dessa forma é preciso levar em consideração o aumento populacional do Distrito Federal, pois a quantidade de servidores de hoje já não é suficiente para atender as demandas existentes. Daí a importância de recompor o quadro desses profissionais.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, a população passou de 1.598.415 habitantes em 1991 para 3.015.268 habitantes em 2019, os dados não levam em consideração o crescimento do Entorno do DF.

A recomposição dos servidores da Vigilância Sanitária é fundamental para a intervenção nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços, especialmente para atuar no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Além disso, a atuação desses profissionais visa prevenir, diminuir e até mesmo eliminar os riscos de doenças.

“A realização de um concurso público para reestruturar a vigilância de saúde é imprescindível para que o Distrito Federal não sofra as consequências por falta de profissionais e entre em colapso, principalmente em tempos de pandemia”, argumenta Filippelli.

BSB TIMES com informações da Assessoria de Comunicação do MDB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui