Nesta quinta-feira, CLDF poderá mudar de distrital com possível cassação pelo TSE

PSB poderá ficar sem representação na CLDF e PROS aumentar mais uma cadeira | Foto: Reprodução.

O Distrital José Gomes (PSB) poderá sofrer cassação nesta quinta (20/08) pelo TSE

O deputado foi condenado por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), em 11 de abril de 2019, à perda da cadeira na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) por abuso de poder econômico.

Em maio deste ano, o Ministério Público Eleitoral (MPE) se manifestou pela manutenção da cassação. “O abuso de poder econômico está configurado, na medida em que o candidato José Gomes, exorbitando de sua função de empresário e empregador de milhares de pessoas, valeu-se dessa condição para coagir e ameaçar seus funcionários a se engajarem em sua campanha eleitoral”, destacou o procurador Renato Brill de Góes.

Segundo as acusações, José Gomes (PSB) teria ameaçado de demissão os trabalhadores que não o apoiassem à Câmara Legislativa (CLDF). Pelo menos 12 empregados da Real JG teriam sido desligados da companhia por esse motivo. O distrital nega.

Se o TSE entender que houve abuso de poder econômico, todos os votos de Gomes podem ser anulados. Neste caso, a suplente Luzia de Paula não assume. Quem se beneficia é a deputada Telma Rufino (Pros), que deixa de ser suplente e conquista um mandato definitivamente.

Helio Rosa para o BSB TIMES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui