Futuro incerto de distrital no TSE; Relator pede cassação, julgamento adiado

O deputado distrital José Gomes (PSB) recorreu contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) - (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

O parlamentar teve o mandato cassado por abuso de poder econômico por ter coagido funcionários da própria empresa para conseguir votos

O relator do recurso no TSE, o ministro Og Fernandes, votou a favor da cassação do distrital. O julgamento foi suspenso após o ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto fazer um pedido de vista. Não há previsão de quando o julgamento será retomado.

Em abril de 2019, a Corte Eleitoral distrital analisou a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Ajie) e decidiu pela cassação do deputado. De acordo com o processo, durante a campanha eleitoral, ele teria coagido funcionários da própria empresa, a Real JG Serviços Gerais, para que votassem nele.

Enquanto futuro incerto, se os votos forem cancelados, assume Telma Rufino (PROS), e se forem considerados válidos, assume a suplente Luzia de Paula (PSB). Ficarão no aguardo, mas se seguir como muitos exemplos, o distrital José Gomes (PSB) só será cassado quando o mandato acabar, rss.

Helio Rosa para o BSB TIMES.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui