“Desnecessária” – Diz Ibaneis sobre a operação que prendeu secretário de saúde

Segundo o governador os servidores sempre estiveram a disposição do MP e que o mesmo sem pleno e direto acesso a todos os processos e documentos relativos aos contratos da Secretaria de Saúde.

Apesar de acreditar que os servidores podem estar sendo indevidamente acusados o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, afastou preventivamente o secretário de saúde e os envolvidos na operação deflagrada nesta manhã sob o comando do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios – MPDFT.

O governador se manifestou por nota, veja:

Na manhã de hoje (25/08) o MPDFT deflagrou operação que prendeu ainda 5 servidores da cúpula da Secretaria de Saúde por supostas irregularidades na compra de testes do Covid-19.

O DF, em especial o governador Ibaneis Rocha se mostrou na vanguarda do combate a pandemia, principalmente até a alguns meses atrás onde o governador foi, inclusive, elegiado internacionalmente.  Com isso a pressão sobre o secretário de saúde vinha aumentando juntamente com os números de Covid no DF e problemas no atendimento nas várias unidades de saúde.

No domingo a noite o BSB Times noticiou o caso do Procurador Marco Vicenzo que deu voz de prisão a uma servidora que teria ofendido e agredido pessoas no Hospital Regional de Taguatinga.

Hélio Rosa para o BSB TIMES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui