Como usar a máscara durante os exercícios ao ar livre sem desconforto ou sufocar

Gradualmente, diversas cidades brasileiras estão relaxando a quarentena. Apesar de ainda enfrentarmos a pandemia do novo coronavírus, a convivência, aos poucos, está caminhando para o novo normal.
Confira 16 equipamentos para ter em casa e montar sua academia Conheça uma seleção de 20 exercícios para fazer com o peso do corpo Veja como escolher uma barra fixa para casa
Com isso, muitas pessoas se sentem mais encorajadas a voltar da praticar exercícios fora de casa. Apesar de ser recomendada a atividade física, com a frequência maior da circulação em ambientes públicos, um acessório agora indispensável precisa ser adaptado a nova rotina: a máscara durante exercícios ao ar livre.
Máscara, acessório obrigatório máscara
Durante os exercícios ao ar livre Crédito:Reprodução Segundo a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE), nos lugares onde é obrigatório o uso de máscara em ambientes públicos, o acessório precisa ser usado também durante a prática de exercícios, como caminhada, andar de bike ou corrida.
É bom reforçar que estas recomendações também valem para ambientes fechados, como academias de ginásticas, estudos de ioga, pilates e dança. Já existem várias pesquisas sobre a transmissão do novo coronavírus específicos para quem pratica exercícios físicos ao ar livre. Como exemplo, um estudo na Holanda, feito na Universidade de Tecnologia de Eindhoven, indicando que o ideal é manter uma distância de quatro metros de outras pessoas durante uma caminhada e de dez metros numa corrida. No ciclismo, a distância de segurança chegaria a 20 metros.
Apesar do item ser obrigatório, o uso da máscara intensifica a dificuldade do exercício. “A máscara é uma barreira física e diminui a oferta de oxigênio — que é um “combustível” dos músculos durante a atividade física — para o organismo, exigindo maior esforço do sistema respiratório para captar o ar, o que dificulta o exercício e pode antecipar a fadiga”, afirma o pneumologista Franco Martins, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz..
Como diminuir o desconforto da máscara
A recomendação primordial para adaptar o uso das máscara a atividade física é, neste momento, pegar mais leve nos treinos. Reduzir o tempo e intensidade dos exercícios, principalmente em atividades aeróbicas como corrida, ciclismo e caminhada.
Isso porque, apesar das atividades físicas regulares melhorarem a imunidade e ajudarem na defesa do organismo, os treinos intensos podem surtir o efeito contrário. Ou seja, podem provocar a queda da imunidade.
No caso dos exercícios anaeróbicos (como musculação) ou atividades de rápida execução e alta intensidade (como HIT) o treino moderado também é indicado.
Como usar a máscara durante os exercícios ao ar livre
Tipos de máscara
Não existe um estudo consolidado recomendando algum tipo específica de máscara. As máscaras PFF1 ou PFF2 são as que protegem mais contra o coronavírus, porém podem dificultar mais a respiração durante a atividade.
Você pode usar as de tecido de algodão ou sintéticos (máscaras caseiras e bandanas) ou até aquelas descartáveis. Só precisa ficar atento para não molhar ou ficar úmidas, pois perdem a validade.
Tamanho ideal da máscara durante os exercícios ao ar livre Também é preciso um cuidado especial para escolher e manusear o acessório. Para ser eficaz, a máscara precisa passar embaixo do queixo e estar acima do nariz. Além disso, não pode apertar muito e proporcionar conforto. Tempo de uso Além disso, o tempo máximo de uso da máscara é de 4 horas.
Em caso dela molhar ou ficar úmida, deve ser trocada imediatamente, já que ela perde todo o efeito protetor. Isso sem contar que o tecido úmido atrapalha a respiração, dando maior sensação de desconforto. Leve uma substituta máscara atividade física Crédito:Reprodução Como você estará em ar livre, tenha sempre uma máscara substituta a mãos.
Assim, você consegue trocar o acessório com segurança em caso de molhar ou danificar o material. Não faça –
Como usar máscara durante os exercícios ao ar livre
Durante os treinos, você tende a encostar as mãos nos lugares e, pode ter contato com superfícies contaminadas. Por isso, nunca toque o rosto, mesmo que usando máscara durante exercícios ao ar livre. Evite tumultos e aglomerações Se for correr ou pedalar, procure sempre rotas e horários menos movimentados, em lugares que permitam uma distância segura. Por isso, não pratique atividade em grupos.
Em caso de sintomas, fique em casa máscara atividade física Crédito:Reprodução Caso apresente qualquer sintoma de covid-19 (febre, coriza, falta de ar, dor de garganta, perda de olfato, diarreia, etc) ou outro mal estar, priorize ficar em casa, isolado. Na persistência dos sintomas, procure uma orientação médica.
Fonte: Uol, O Norte de Minas e A Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui