Ministro do STJ deve se declarar suspeito no julgamento de desvios no Amazonas

Ministro Mauro Campbell comprimenta Wilson lima, governador do Amazonas investigado por supostos desvios na saúde

A notícia foi dada pelo site Realidade do Povo, segundo a matéria o ministro teria invertido na escolha do Procurador Geral do Estado junto ao governador Wilson Lima (PSC), alvo das investigações.

Veja a matéria original:

“Segundo informações de fontes de dentro do Governo Amazonas, o Ministro do STJ, Mauro Campbell Marques, fez um pedido pessoal ao Governador Wilson Lima (PSC).

O pedido é que, no lugar de chancelar a recondução da primeira colocada da lista tríplice para Procurador(a) Geral do Estado, Dra Leda Albuquerque, o Ministro Mauro Campbell pediu que fosse nomeado um outro nome que sequer compõe a referida lista.

No caso, o pedido pessoal de Campbel ao Governador Wilson Lima é para que seja escolhido o Procurador Alberto Rodrigues do Nascimento.

A interferência direta do Ministro não só parece estranha como o vincula diretamente ao Governador do Estado. Portanto, caso o julgamento da ação envolvendo o governador nos supostos desvios das verbas federais vá para plenário, o Ministro Campbell pode (e deveria) se declarar suspeito pois com certeza um pedido pessoal dessa monta, não será atendido apenas pelo belo topete grisalho do Ministro.

Será que toda essa demora na confirmação do nome da Dra Leda Albuquerque tem a ver com interesses do Governador na aproximação de membros da corte de justiça para “sentarem” no processo que, conforme noticiado na grande mídia, pode derrubá-lo da cadeira?

Bom, cabe aquele velho ditado “quem tem como me pagar, nunca fica me devendo”.

Vamos acompanhar se o pedido do Ministro será atendido pelo governador e qual será o tamanho da fatura depois no STJ.”

Matéria original Realidade do Povo: https://realidadedopovo.com.br/2020/09/13/ministro-mauro-campbell-stj-deve-se-declarar-suspeito-em-caso-de-julgamento-da-mafia-do-amazonas/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui