Vasco derrota Botafogo no clássico, Internacional lidera, veja como ficou a tabela

Botafogo x Vasco pelo Campeonato do Brasileiro no Estadio Nilton Santos.

Palmeiras e Sport empatam em 2 a 2 em São Paulo, Grêmio empata com Fortaleza em Porto Alegre

Fonte: Agência Brasil

Em uma partida muito movimentada, o Vasco derrotou o Botafogo por 3 a 2, neste domingo (13) no Nilton Santos, no jogo que encerrou a 10ª rodada do Campeonato Brasileiro

Após oportunidades de lado a lado, o Vasco conseguiu abrir o marcador aos 35 minutos do primeiro tempo, quando Benítez cruza, a zaga do Botafogo falha em afastar, e Ribamar aproveita para conferir.

O Botafogo consegue empatar, mas apenas aos 3 minutos da etapa final, quando Matheus Babi acerta de muito longe para fazer um golaço.

O time de General Severiano passa a controlar as ações. Porém, quem chega ao segundo gol é o time da Colina. Aos 25 minutos Benítez lança para Cano, que tenta duas vezes para vencer o goleiro Diego Cavalieri.

O terceiro do Vasco não demora a sair, aos 26 Ygor Catatau marca um golaço batendo, colocado, de muito longe.

O Botafogo ainda consegue fazer mais um aos 37, novamente com Matheus Babi, mas a vitória fica mesmo com o Vasco.

O time da cruz de malta volta a jogar pelo Brasileiro no próximo domingo (20), quando visita o Coritiba no Couto Pereira. No mesmo dia o Botafogo recebe o Santos no Nilton Santos.

Igualdade entre Palmeiras e Sport

O Palmeiras recebeu o Sport em São Paulo e empatou em 2 a 2, perdendo a oportunidade de assumir a vice-liderança da competição.

Mesmo jogando fora de casa, a equipe pernambucana abriu o placar, em cobrança de pênalti de Iago Maidana. O Palmeiras conseguiu a virada ainda no primeiro tempo, com gols de Willian e Zé Rafael.

Porém, no segundo tempo o time paulista não conseguiu segurar a vitória, especialmente após a expulsão de Zé Rafael. Com um a mais o Sport empatou graças a gol de Lucas Mugni.

Na próxima rodada o Palmeiras vai até Porto Alegre enfrentar o Grêmio no domingo (20), e no mesmo dia o Sport recebe o Fluminense na Ilha do Retiro.

Por falar em Grêmio

O Grêmio reagiu, mas não conseguiu sair vitorioso neste domingo (13). Após desvantagem no placar, o tricolor gaúcho empatou em 1 a 1 na Arena do Grêmio, contra o Fortaleza, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda sem conseguir emplacar duas vitórias consecutivas na competição, os gaúchos estacionaram no meio da tabela, na décima posição, com 12 pontos conquistados em nove jogos disputados. Já o Leão do Pici é o nono colocado com a mesma quantidade de pontos do adversário deste domingo, mas com um jogo a mais.

Apesar de jogar fora de casa, o Fortaleza foi o primeiro a assustar, aos 2 minutos. Pelo lado direito, Osvaldo arriscou, provocando a defesa do goleiro Vanderlei. Aos 16 não teve jeito, Osvaldo balançou a rede do adversário. O atacante cruzou para David, que não conseguiu desviar, mas a bola foi direto para o gol, surpreendendo o goleiro Vanderlei.

Depois de estar atrás no marcador, o tricolor gaúcho respondeu com Alisson, que recebeu passe de Diego Souza. Cara a cara com o goleiro Felipe Alves, ele sofreu bloqueio do defensor. No restante da primeira etapa, a equipe comanda por Renato Portaluppi teve dificuldade de furar o ferrolho imposto pelo Leão do Pici.

Após o intervalo, os gremistas foram felizes. Logo aos 2 minutos, Everton sofreu pênalti, após empurrão do colombiano Quintero. O atacante Diego Souza bateu e empatou o jogo. Aos 25 minutos foi a vez de o árbitro Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG) intervir aplicando dois cartões vermelhos. O atacante Luiz Fernando, do Grêmio, e o lateral-direito Gabriel Dias, do Fortaleza, foram expulsos após discussão áspera. Os donos da casa continuaram pressionando. Aos 40 minutos o colombiano Orejuela marcou de cabeça, mas estava impedido. Depois disso, o Fortaleza conseguiu segurar o empate fora de casa. Grêmio 1, Fortaleza 1.

O Grêmio terá que dar uma pausa no Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso será pela Copa Libertadores da América. O jogo marcará o retorno do tricolor gaúcho à competição continental, que foi suspensa em março devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Os gremistas vão duelar fora de casa, no San Carlos de Apoquindo, contra o Universidad Católica (Chile), na quarta-feira (16), às 21h30 (horário de Brasília).

Pelo Brasileirão, o confronto da próxima rodada será em casa, na Arena do Grêmio. O time do técnico Renato Gaúcho duelará com o Palmeiras, no domingo (20), às 16h. Já o Fortaleza terá a semana livre pela frente para treinar. A partida seguinte será contra o Internacional, no Castelão, em Fortaleza, no sábado (19) às 19h.

Flu despacha o Corinthians

Encerrando uma sequência de três jogos de jejum de vitórias, o Fluminense derrotou, neste domingo (13), o Corinthians por 2 a 1 no estádio do Maracanã, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Com o triunfo, o tricolor das Laranjeiras voltou a se aproximar do G4. Já o Corinthians, dependendo dos resultados desta rodada, pode amargar a zona de rebaixamento.

O Timão contou à beira do campo com Dyego Coelho, técnico do time sub-20, que assumiu de forma interina o posto na equipe profissional após a demissão do técnico Tiago Nunes na última sexta (11). Do outro lado, o tricolor carioca não pôde contar com o atacante Fred. O jogador foi diagnosticado com o novo coronavírus (covid-19), em exame realizado na última quinta-feira (11).

No início da partida, aos 7 minutos, o Fluminense abriu o placar. Após cruzamento de Calegari pelo lado direito, Nenê bateu e foi travado pela zaga. Na segunda oportunidade, mesmo caído, de perna direita, Nenê abriu o placar. Com mais domínio, embora sem criar boas oportunidades, o tricolor voltou ao ataque com Nenê, aos 27, que bateu da entrada da grande área por cima da baliza adversária.

Os visitantes responderam com o venezuelano Otero, aos 37, em cobrança de falta, que obrigou o arqueiro Muriel a espalmar a bola. Foi a jogada mais perigosa dos corintianos na primeira etapa. Em seguida, a equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann quase ampliou aos 48. Após uma cabeçada do lateral-esquerdo Danilo Barcelos, atento, o goleiro Cássio conseguiu dar um tapa na bola e evitar o gol.

No segundo tempo, com dificuldade na criação, o Corinthians chegou ataque aos 14, em um chute de Everaldo. Bem posicionado, Muriel encaixou. Dois minutos depois, Everaldo fez um gol de cabeça, mas o árbitro do jogo Braulio da Silva Machado (Fifa, SC) marcou impedimento. Este lance acabou servindo como banho de água fria para a equipe paulista.

Aos 23 foi a vez de o zagueiro Nino chutar, na grande área, por cima da meta de Cássio. Apesar dos donos da casa controlarem o jogo, não transformavam o domínio em gol. Porém, aos 40 minutos Luiz Henrique chutou e a bola explodiu na mão de Bruno Méndez. Neste lance, o juiz marcou pênalti. Nenê cobrou e converteu seu segundo gol do jogo.

Nos acréscimos, aos 46, Danilo Barcelos cometeu falta duríssima em Michel e deixou o Fluminense com um a menos. Após a superioridade numérica em campo, o Timão ainda descontou com Mateus Vital. Fluminense 2, Corinthians 1.

O próximo compromisso do Fluminense será pela quarta Fase da Copa do Brasil. Na quarta-feira (16), os tricolores encararam o Atlético-GO, no Maracanã, às 21h30, jogo que terá a transmissão da Rádio Nacional. Pelo Campeonato Brasileiro, o duelo na rodada seguinte será domingo (20), contra o Sport, na Ilha do Retiro, no Recife, às 20h30. Já o Corinthians volta a campo na quarta-feira (16), às 21h30. A equipe paulista vai encarar o Bahia, na Neo Química Arena.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui