Café instantâneo e coado: existe diferença?

Que o café é uma das preferências nacionais, quase todo mundo sabe. O que pouca gente desconfia é que existem diferenças significativas entre os dois tipos mais populares consumidos no Brasil: o café instantâneo e o café coado.

Por isso, no post de hoje, vamos apresentar quais são as especificidades da produção e preparo de cada um desses tipos de café, para que você possa conhecer as vantagens de cada um e optar pelo consumo daquele que seja mais saboroso e traga mais benefícios para a sua saúde. Confira!

Especificidades do café instantâneo

O café instantâneo, também conhecido como café solúvel, foi desenvolvido em Chicago, no início do século XX, por um cientista japonês chamado Satori Kato. Ele pode ser produzido a partir dos grãos arábica ou robusta, em um processo extenso, composto por diversas etapas.

A primeira delas é a torrefação. Assim como para produzir o café coado, o grão que dará origem ao café instantâneo será aquecido e torrado em cilindros giratórios. Em seguida, o grão torrado segue para a moagem, onde é esmagado antes de ser imerso em água.

A secagem do café instantâneo, por sua vez, é feita de duas maneiras principais e aqui está o diferencial da produção deste tipo de café.

Entenda melhor a secagem do café instantâneo

Na secagem por congelamento (a mais utilizada ao redor do mundo), o extrato concentrado de café é colocado em câmaras de resfriamento rápido, o que resulta na formação de cristais de gelo.

Na sequência, por meio de um sistema a vácuo, as câmaras são aquecidas, causando a condensação da água congelada, que é removida do extrato. Das câmaras, o extrato, agora seco, será embalado e encaminhado para os distribuidores.

Já na secagem por pulverização, que é uma forma mais barata de processar o café instantâneo, o extrato concentrado de café é pulverizado por um spray posicionado a 30 metros de altura. Enquanto cai até o chão, o extrato perde a água, restando apenas o pó solúvel.

O Brasil é o líder mundial na produção e exportação desse tipo de café. O café solúvel tem sabor suave, geralmente com notas de caramelo. Ele pode ser encontrado na forma de pó ou de grânulos e o seu preparo é simples: basta acrescentar água filtrada e quente, sem necessidade de coar.

Agora que você já conhece as principais características do café instantâneo, veja quais são as especificidades do café do tipo coado.

Especificidades do café coado

Em sua produção, o café coado, também chamado de café filtrado, passa pelas etapas de torrefação e moagem, mas não é submetido à imersão em água e à secagem, como o café instantâneo. Ele pode ser comprado já moído ou em grãos, que são moídos na hora.

Graças a esse diferencial da sua produção, o café coado, seja em pó ou em grãos, apresenta sabor e aroma mais encorpados, além de preservar melhor as características nutricionais do grão, responsáveis pelos diversos benefícios do café para a saúde.

Embora tenha cerca de 20% a menos de cafeína que o tipo instantâneo, o café coado oferece mais vantagens no consumo, relacionados à escolha de café de diferentes torras e ao maior controle durante o preparo da bebida, que precisa ser coada ou filtrada em coadores de papel ou tecido.

Entretanto, para que possa realmente apresentar mais vantagens no seu consumo, o café coado precisa ter qualidade garantida, sendo que o café gourmet é o que oferece a melhor relação custo-benefício do mercado na atualidade.

Entenda os benefícios do café gourmet

Nos últimos anos, o café gourmet tem conquistado os consumidores brasileiros, cada vez mais interessados em experiências gastronômicas de qualidade. Esse tipo de café é preparado a partir dos melhores grãos, cultivados em solo especial e selecionados por meio de processos de blend específicos.

A torrefação do café gourmet é realizada seguindo etapas extremamente criteriosas, que dão origem a grãos ou pós que diferem em termos de sabor, aroma e características nutritivas.

O café de torra clara oferece menos amargor e mais acidez, com sabor sempre suave. Já a torra média tem um equilíbrio entre amargor, acidez e aroma. Por sua vez, o café de torra escura dá origem a uma bebida menos ácida e mais amarga, de sabor mais forte.

Segundo os especialistas, os grãos de torra clara ou média possuem maior quantidade de vitaminas e proteínas, quando comparados aos grãos de torra escura. Isso ocorre porque, na torra escura, os grãos são submetidos a um tempo maior de torrefação, que promove a quebra maior dos nutrientes pelo calor.

Assim, quando se fala em café gourmet, é preciso considerar uma cadeia de produção repleta de cuidados que começam no plantio e seguem até o momento de degustar a bebida, que deve ser preparada de maneira igualmente cuidadosa, como verá a seguir.

Saiba como deixar o seu café mais saboroso

O primeiro passo para garantir o sabor e o aroma do seu café é escolher produtos de qualidade, seja café do tipo gourmet ou não.

Tanto o café coado quanto o instantâneo são submetidos a processos de controle e recebem certificações que garantem a sua qualidade. Os produtos com a inscrição “100% arábica” são aqueles nos quais a seleção exclusiva de grãos maduros é criteriosa, sendo que a colheita é feita manualmente.

A água utilizada no preparo do café, especialmente o gourmet, precisa ser filtrada ou mineral, e deve ser misturada ao pó antes que ferva.

Por fim, no caso do café coado, a escolha do coador pode fazer toda a diferença. É importante dar preferência aos coadores de tecido quando o que se pretende é preservar totalmente o aroma e sabor. Não é preciso mexer o café enquanto ele é filtrado, pois isso também prejudica o sabor da bebida.

Agora que você já conhece as diferenças entre o café instantâneo e coado, fica mais fácil entender a superioridade do café coado, tanto em termos de aroma e sabor, quanto em concentração de componentes que trazem benefícios para a saúde física e mental.

FONTE: BLOG VILLA CAFE

Café instantâneo e coado: existe diferença?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui