CNN corrige Bolsonaro: não foram US$ 1.000,00, foram US$ 1.555,56

Faltou calcular o total - foto - AG Brasil

A imprensa tradicional logo “caiu matando” sobre o discurso do presidente Bolsonaro na abertura da Assembleia Geral da ONU ontem (22).

O primeiro alvo foram as falas onde o presidente afirma que o auxílio emergencial para os mais necessitados durante a pandemia foi de cerca de US$ 1.000,00. Vários meios de comunicação o acusaram de mentiroso, ou de simplesmente ter se equivocado.

Mas a jornalista Natália Flach da rede CNN fez as contas e descobriu que na verdade, brasileiros chegaram a receber US$ 1.555,56, veja o que disse a CNN:

“Levando em consideração uma pessoa que recebeu cinco parcelas de R$ 600 (e não R$ 1,2 mil) na primeira etapa do benefício, ela ganhou R$ 3 mil. Se ela for beneficiada com as quatro parcelas seguintes de R$ 300, receberá outros R$ 1,2 mil. Logo, trata-se de um montante de R$ 4,2 mil.

Com a cotação atual do dólar, de cerca de R$ 5,40, esse valor equivale a US$ 777,78.

Já levando em consideração o caso de uma mãe chefe de família monoparental, ela recebeu cinco parcelas de R$ 1,2 mil, totalizando R$ 6 mil. Se receber as quatro próximas parcelas seguintes de R$ 600, terá mais R$ 2,4 mil. A soma chega a R$ 8,4 mil.

Logo, em dólares, esse total equivale a US$ 1.555,56.”

Pelo jeito a grade curricular do curso de jornalismo (que não inclui qualquer matéria de matemática) precisa ser revista.

Com informações da CNN Brasil, Hélio Rosa para o BSB TIMES.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui