Pedro Cardoso: “nunca fui maltratado nos correios”

O ator e militante de esquerda Pedro Cardoso defende em vídeo a greve (já encerrada por ordem judicial) dos funcionários dos Correios e alega que o motivo seria evitar que os correios sejam privatizados.

Em um dado momento ele declara que “nunca que entrei nos correios fui mal tratado”, e continua alegando que “altos executivos talvez tenham praticado corrupção…”, se não bastasse ainda solta  uma última pérola: “eu gosto de ser dono de uma empresa de correios”.

Pelo menos é humilde para dizer que não é um especialista no assunto.

Mas vamos lá…

Ele provavelmente nunca foi maltratado, talvez nunca tenha encarado as filas quilométricas e as horas em pé para remeter uma simples carta, afinal a fama traz consigo seus privilégios e seus mimos. Mas vá você um cidadão comum se dirigir a uma agência dos correios para ver como é: filas, horas de espera, funcionários que te atendem como se estivessem te fazendo um favor.

Nessa altura do campeonato falar em “talvez tenha havido corrupção” desvenda bem que é Pedro Cardoso, mais um daqueles que defendem o governo mais abjeto da história do Brasil, sei lá por que motivos, se por pura maldade ou total ignorância. Afinal foi o escândalo dos Correios que deram origem à CPI dos correios em 2005 (bem no meio do governo do seu queridinho Lula da Silva) e desaguaram no primeiro grande escândalo dos governos petistas que desvelariam o MENSALÃO para o mundo, um atentado não somente aos cofres públicos, mas a democracia no que se punha a comprar votos e fraudar o processo legislativo.

Por fim se vangloriar de “ser dono” dos Correios. Uma falácia marxitóide sem fundamento algum.

Vai lá Pedro Cardoso, pede sua participação no lucro dos Correios (que por sinal não existe), ou melhor, simplesmente pede para postar uma carta sem selo, afinal você é o dono, porque pagaria pelo serviço de sua própria empresa.

Por Hélio Rosa, para o BSB TIMES.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui