Bate boca: assim foi o 1º debate entre Trump e Biden

Trump e Biden - um debate cheio de xingamentos e ataques - Foto: Reuters

O primeiro debate entre Donald Trump e Joe Biden foi marcado por ataques pessoais e interrupções.

Biden tentou se desvincular da ideia que apoiaria tirar recursos da polícia:

“Eu me oponho totalmente a tirar os recursos da polícia. Policiais precisam de mais assistência”.

Na mesma fala ainda acusou o presidente Trump de ser racista.

Já Trump acusou a “esquerda radical” (no caso os prefeitos) de gerarem deliberadamente o caos no país ao se negarem a aceitar ajuda federal para conter os protestos do Black Lives Matter. Sobre o assunto ainda acusou o democrata:

“As pessoas desse país demandam lei e ordem e você tem medo até de dizer essas palavras”, disse Trump a Biden.

Questionado pelo moderador sobre sua postura diante dos supremacistas brancos, o presidente disse que “tudo o que vê de problemas vem da esquerda.”

Trump ainda defendeu sua política de gestão diante da pandemia e também aproveitou para tentar esclarecer a polêmica sobre seu imposto de renda. O republicano alegou que como empresário teve direito a compensações de créditos fiscais, e ainda apontou que esse benefício foi concedido pela gestão Obama.

“Eu paguei US$ 38 milhões em um ano”, alegou o republicano.

Já Biden criticou duramente a política ambiental de Trump citando diretamente o Brasil, segundo ele a “floresta tropical” está sendo destruída.

Sobre esse respeito o democrata prometeu efetivar um fundo de 20 bilhões de dólares que seriam usados como compensação ao Brasil para evitar o desmatamento.  Ainda ameaçou:

“(…) parem de demolir a floresta e, se não o fizerem, haverá consequências significativas”.

Por outro lado, Trump acusou Biden de apoiar o plano conhecido como “Green New Deal”, defendido esquerda norte-americana, em especial pelo senador Bernie Sanders e deputada Alexandria Ocasio-Cortez. Biden se defendeu e negou apoiar a proposta.

Trump ainda disse que Biden está há quase 50 anos na política sem promover mudança alguma: “fizemos mais em 57 meses que você em 57 anos” e que o seu próprio governo foi o melhor da história americana.

A tática de Trump foi puxar para discussões a respeito da economia e acusou Biden de querer “paralisar” novamente o país como medida de contenção do coronavírus:

“Fechamos a economia e estamos reabrindo e estamos fazendo negócios de forma recorde. Ele vai paralisar de novo, ele vai destruir esse país”, afirmou Trump.

No tema coronavírus Biden atacou duramente a gestão do presidente durante a pandemia:

“Ele sabia desde fevereiro quão sério isso era, sabia que era mortal. O que ele fez? Ele disse que não queria criar pânico. Ele entrou em pânico… Quantos de vocês acordaram essa manhã e tiveram uma cadeira vazia na mesa da cozinha de alguém que morreu de covid?”, afirmou.

Mas o mais marcante foi o tom do debate, possivelmente um dos mais baixos da história americana, com ambos os candidatos se atacando pessoalmente.

Trump fez a maioria das interrupções sendo interpelado pelo apresentador, Chris Wallace, inúmeras vezes. Mas coube a Biden os ataques mais violentos, chamou Trump de idiota, palhaço, mentiroso, racista, pior presidente da história e, reagindo as interrupções do presidente ainda disparou: “Por que você não se cala, cara?”.

Veja na íntegra o debate:

Vídeo: CNN BRASIL

Com informações da CNN, Hélio Rosa para o BSB TIMES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui