EUA alerta Brasil sobre 5g da Huawei e embaixada da China sai em sua defesa

Huawei - denuncias de espionagem sobre cidadãos

Conselheiro de Segurança dos Estados Unidos afirma que o uso da tecnologia 5G da Huawei representa riscos para o Brasil.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, saiu em defesa da empresa nesta terça-feira (20) usando o perfil nas redes sociais da Embaixada do país no Brasil.

Isso tudo acontece quando o Brasil começa se preparar para o leilão da 5G.

Antes disso, cedo, autoridades americanas que visitam Brasília afirmaram que os Estados Unidos estão dispostos a financiar investimentos no setor de telecomunicações brasileiro para evitar a participação da empresa chinesa entre no país, A justificativa é a proteção de dados, uma vez que nos EUA a huawei esta sendo investigada por espionar cidadãos americanos a mando do governo de Pequin.

 “Se vocês terminarem com a Huawei na sua rede 5G, haverá ‘backdoors’ e a capacidade de decifrar quase todos os dados que são gerados em qualquer lugar do Brasil, seja pelo governo, na frente de segurança nacional, seja por empresas privadas em suas habilidades de inovar e desenvolver novos produtos”, disse O’ Robert OBrien, conselheiro de segurança dos EUA, que lidera a delegação da visita ao Brasil ao canal Broadcast.

Leia também:

Lockdown na Argentina funciona? País chega a 1 milhão de casos de covid

Professor francês decapitado mostrou caricaturas de Maomé em sala de aula

O ministro chinês tentou inverter a acusação afirmando que os EUA “têm realizado escutas cibernéticas e vigilância”.

Os fato, em resposta às recentes declarações dos americanos.

“Acho que a razão pela qual os EUA suprimem a HW Huawei é que, caso outros países usem equipamentos HW, os EUA não poderão mais tocar em outras pessoas através de backdoors”, diz ainda o texto publicado.

Participe do grupo do BSB Times no Whatsapp e receba notícias que você não vai ler na imprensa tradicional.

Entre para nosso grupo no Facebook e veja o que o pessoal esta comentando

Os fatos não corroboram o chinês. São milhares de casos relatados na internet que ilustram o controle que o Estado comunista chinês têm sobre seus cidadãos, e nada garante que, através de suas empresas, ele não vá fazer isso com cidadãos de outros países.

Com informações do InfoMoney, Hélio Rosa para o BSB Times.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui