16.9 C
Brasília
terça-feira, janeiro 26, 2021
Início CURIOSIDADES 12 coisas bizarras que mulheres fizeram em nome da “beleza”

12 coisas bizarras que mulheres fizeram em nome da “beleza”

Os “pequenos sacrifícios” que uma mulher é incentivada a fazer para ter a aparência ideal. Não é para menos que a indústria da beleza é tão lucrativa, especialmente no século XX. 

Se hoje vemos revistas e perfis de Instagram falando sobre as dietas e a estética perfeita, também é possível enxergar que a mesma coisa era feita há décadas. Alguns hábitos podem, inclusive, chocar algumas pessoas. Confira:

1. Ataduras de pés Fonte: Jo Farrell / Living History Project

Na tradição chinesa, ataduras de pés eram comuns para deixá-los pequenos, o que provocava dolorosas mudanças nos seus formatos

Fonte: Jo Farrell / Living History Project

2. Na década de 1920, algumas mulheres usavam máscaras de banho para proteger os rostos do sol

Fonte: Hulton Archive
Fonte: Hulton Archive

3. Em 1926, costumava-se pintar marcas de costura nas pernas para fingir o uso de meias

Fonte: Fox Photos
Fonte: Fox Photos

4. Procedimento de 1930 para remover sardas. Os olhos e a narinas eram protegidos do que parece ser um tratamento agressivo

Fonte: Mansell
Fonte: Mansell

5. À esquerda, o raio-x de um torso com espartilho e à direta, sem o espartilho. Ano de 1908. 

Fonte: nyamcenterforhistory.org
Fonte: nyamcenterforhistory.org

6. Na década de 1900, anunciava-se a dieta da tênia (sim, engolir o verme) para emagrecer

Fonte: Bored Panda
Fonte: Bored Panda

7. Sobrancelhas coloridas

National Cultural Information Resources Sharing / Public Domain / wikipedia

Em meados do século 3, um dos imperadores chineses da época ordenou que todas as suas mulheres tivessem sobrancelhas pintadas de azul e verde. Para que isso fosse possível, as mulheres precisavam raspar suas sobrancelhas, desenhando uma nova com o auxílio de tintas caríssimas, que eram importadas de outros países.

Com o passar do tempo, as mulheres passaram a fazer isso não apenas para agradar o imperador, mas também para demonstrar riqueza, já que realizar esse procedimento sem ter muito dinheiro era praticamente impossível.

8. Unhas compridas

Yu Xunling / Public Domain / wikipedia

Durante muitos séculos na China foi comum que as mulheres cultivassem unhas muito compridas, e o motivo é ainda mais bizarro que o hábito. Para a cultura chinesa da época, uma mulher com unhas grandes simbolizava poder e riqueza, já que ela não precisava fazer nada com suas mãos pois tinha empregados para todas as tarefas.

9. Testas longas

Italian, Florentine / wikipedia

A Rainha Isabeau, da Bavária, no final do século 14, “implementou” uma tendência em seu país. De acordo com os historiadores, Isabeau tinha uma testa bastante avantajada, e isso passou a ser visto como algo bonito por muitas pessoas. Para imitar a tendências, as mulheres raspavam parte do cabelo, e muitas vezes até mesmo raspavam as sobrancelhas, para passar a impressão de que tinham uma testa maior.

10. Pele pálida

Nathaniel Hone the Elder / Public Domain / wikipedia

A pele exageradamente branca foi uma tendência durante o século 18 na Inglaterra. Para alcançar os padrões idealizados, muitas mulheres utilizavam substâncias perigosas, incluindo tintas com grande concentração de chumbo, o que acabava acarretando em problemas posteriores de saúde. As inglesas costumavam pintar as bochechas com tons avermelhados, e algumas até mesmo desenhavam veias com uma tinta azul, para passar a impressão de que a pele era realmente muito pálida.

11. Dentes brancos

Wellcome Collection gallery / wikipedia

Os ingleses não são tinham paixão pela pele pálida, como também desejam que seus dentes fossem o mais branco possível. Para isso, utilizavam um tipo de pó que continha ácido sulfúrico em sua composição. Muitos acabavam perdendo os dentes por causa do ácido, mas nem isso fazia com que as pessoas parassem.

12. Cabelo claro

Domenico Ghirlandaio / Public Domain / wikipedia

Francisco Petrarca e sua musa inspiradora, Laura, que era um símbolo da beleza na época, os cabelos claros se tornaram uma tendência no século 15. Para tentarem seguir essa tendência, muitas mulheres da época pintavam os cabelos utilizando procedimentos complicados e demorados, que muitas vezes ofereciam um resultado que não durava muito tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui