Depois do rompimento em 2018, Ciro e Lula fazem as pazes

Eleições chegando e para quem imaginava ver o fervoroso cearense na disputa parece que o xadrez move as peças no mesmo sentido de sempre.

Por Hélio Rosa para o BSB Times*

O encontro ocorreu na sede do Instituto Lula, segundo participantes Ciro foi direto em nas suas queixas e Lula teria se retratado.

Nem mesmo o “Lula tá preso, babaca”, entoado pelo Senador Cid Gomes parece ressonar mais nos ouvidos de Lula.

Vale lembrar que em entrevista recente Lula colocou Ciro na lista dos “presidenciáveis”.

Lula, que segue aguardando o resultado de seus inúmeros entreveros com a justiça pelo jeito começa a aventar a possibilidade de não conseguir mais fugir das condenações “definitivas” (e da cadeia) e inicia a reaproximação com o PDT de olho em 2022.

O arquiteto do armistício (que pode virar aliança) foi o petista Camilo Santana (PT), governador do Ceará. Lembremos que Santana, ademais o rompimento a nível “nacional” contou com o apoio dos irmãos Gomes em 2018.

Interessante é que a reunião teria ocorrido no início de setembro, mas apenas divulgada pelos portais da esquerda (247) agora…

Os dois “líderes” da esquerda parecem ter concentrado a conversa em Jair Bolsonaro.

Pelo jeito o presidente Bolsonaro continua a operar uniões inusitadas e despertar o medo, e promover medidas cada vez mais desesperadas da esquerda.

*Com informações de O Globo e o site brasil247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui