Souvenir macabro: cabeças humanas

Soldados franceses mandavam cartões postais com fotos de muçulmanos rebeldes decapitados.

Durante o inicio da ocupação francesa do Marrocos (1912–1955), uma “lembrancinha”, literalmente chamado assim, comum que os soldados mandavam para casa eram cartões postais com fotos das cabeças de muçulmanos mortos ao tentarem resistir aos franceses e seus tirailleurs (tropas nativas aliadas da França, geralmente de origem africana local ou de outras colonias).

Uma imagem no mínimo pavorosa. Porém, o que é mais extraordinário do que ela em si, é que o remetente do cartão superior – um jovem oficial francês escrevendo para sua mãe ou tia a partir de Agourai no Rife marroquino em 1912- não escreve absolutamente nada sobre a foto em seu cartão, ou parece se preocupar que sua parenta irá contemplar os macabros troféus, pois, na França da época, não era considerado algo incomum.

Ele diz a ela quando voltará para casa de licença e diz um pouco ressentido que as pessoas em casa pensam que o exército em Marrocos está apenas cumprindo suas obrigações de escalão traseiro. ”Não”, ele parece estar dizendo com sua foto, ”fazemos coisas reais”. Portanto, sempre que esse cartão era enviado para Madame Robin, a visão de uma linha de cabeças muçulmanas decepadas era tão comum que dispensava comentários. Era interessante, mas mundano o suficiente para ser transformado em um cartão-postal francês adequado para mães e tias, e ser colocado com orgulho em uma lareira em Bourges.

Foi feito um documentário sobre o tema que pode ser assistido em: t.ly/UPHa

FONTE: HISTÓRIA ISLÂMICA

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui