CLDF comemora resultados de campanha publicitária desenvolvida pelos servidores

Mário Espinheira, Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

A primeira campanha publicitária que a Câmara Legislativa do Distrito Federal desenvolveu com participação ativa de servidores efetivos, tanto na criação quanto na estratégia da comunicação, obteve grande sucesso na internet. Enquanto o valor médio de visualização de conteúdo governamental no YouTube é R$ 0,20 e no Instagram/Facebook R$ 1,25, a campanha “Novo Normal”, realizada pela CLDF em setembro e outubro, pagou apenas R$ 0,03 e R$ 0,28, respectivamente. Os 12 filmetes, que trataram de orientações sobre a Covid-19, foram vistos até o fim em 54,17% das vezes em que foram veiculados no YouTube, superando a média de 32%. Com cerca de 1,5 milhões de visualizações em todas as plataformas, essa foi também a primeira campanha robusta da Casa nas redes sociais.

Segundo o coordenador do Núcleo de Comunicação Interna da CLDF, Daniel Galindo, o bom resultado dos custos, baseados na lógica de leilão, mostra que o conteúdo foi avaliado como relevante e com bom nível de produção. Para ele, além da economia, a elaboração da campanha por servidores efetivos resulta em uma maior eficiência na transparência sobre os trabalhos da Casa, favorecendo a comunicação com a sociedade. “O conteúdo e forma de veiculação foram extremamente felizes, sendo uma campanha bem-sucedida em todos os aspectos analisados”, ressaltou.

Já o coordenador de Comunicação Social, Orlando Rangel, explica que o trabalho dos servidores tem colocado a comunicação da CLDF em outro patamar. “Esse resultado é o reflexo de um trabalho estratégico que está sendo desenvolvido, e os servidores têm demonstrado competência para pensar a comunicação da Casa estrategicamente, com o objetivo principal de fortalecer a imagem da Câmara Legislativa junto à população do DF”, destacou.

Aprovação – Em levantamento encomendado pela CLDF, 63% dos 1251 entrevistados disseram que foram impactados pela campanha Novo Normal, sendo aprovada por 80% e reprovada apenas por 2%. Do total, 20,5% se lembraram de alguma peça em rede social. A pesquisa também mostrou que essas plataformas representam a segunda fonte de informações sobre a CLDF, ficando atrás apenas da televisão. Também foi registrada melhoria na imagem da Casa, o que indica aprimoramento da comunicação institucional. Os que consideram a CLDF “importante” ou “muito importante” passou de 54%, em dezembro de 2018, para 75%, em outubro de 2020. Neste mesmo período, os que avaliam como “pouco importante” ou “não importante” caiu de 43% para 23%.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui