Maguito pode estar lúcido para apuração, acredita coordenador de campanha

Agenor Mariano é otimista e afirma que, se não estiver sedado, o candidato estará consciente

O coordenador da campanha de Maguito Vilela (MDB), Agenor Mariano, acredita que o emedebista possa receber o resultado das urnas ainda no domingo (29) de eleição. Segundo ele, ainda não conversou com a equipe médica e não tem certeza do atual estágio saúde do ex-governador, mas na opinião dele é possível que o candidato à prefeitura de Goiânia já não esteja mais sedado no dia.

“É possível que esteja acordado. Toda vez que retira a sedação ele fica muito lúcido. Ele só está sedado”, declara. Agenor lembra que, no dia da eleição de primeiro turno (19), Maguito chegou a conversar com o presidente estadual da sigla, Daniel Vilela, sobre política. “Perguntou como estava a votação”, disse o coordenador, que está otimista.

Questionado sobre os boletins diários do quadro de saúde de Maguito, ele reforça que a campanha é totalmente transparente. “Não escondemos nada. Tudo que falamos é pautado nos médios. A traqueostomia que ele fez não piora, é para não ferir a garanta. É procedimento normal e foi feita com êxito.”

Leia também:

Pequenos empreendedores podem pedir crédito emergencial de até R$ 50mil on-line

Ele completa, ainda, que o Hospital Albert Einstein, em São Paulo – onde Maguito foi para tratar a Covid-19 – nunca faltaria com a verdade em nome de uma eleição de Goiânia. “Então, quem quiser deve cobrar deles.”

Quadro de Maguito

O emedebista foi hospitalizado em 19 de outubro, no Hospital Órion, em Goiânia – dois dias após testar positivo para a Covid-19. No dia 27 de outubro, ele foi internado na UTI do Hospital Albert Einstein para tratar uma inflamação nos pulmões.

Três dias depois, ele foi intubado após apresentar quadro de insuficiência respiratória. À época, o político respondeu bem ao tratamento e foi extubado no dia 8 de novembro. Porém, ele teve nova piora e precisou ser novamente intubado no domingo de eleição.

Na segunda-feira, segundo o hospital, Maguito passou a fazer o uso mínimo do equipamento de respiração mecânica. Na terça, ele passou por uma traqueostomia, devido o tempo de intubação.

BSB TIMES [Francisco Costa, Mais Goiás]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui