Crédito emergencial: micro e pequenas empresas e MEI podem pedir até R$ 50mil na máquina de cartão

A linha de crédito do BNDE para estímulo durante a pandemia tem juros de 0,48% mês, 6 meses de carência e até 36x para pagar.

Por Rogério Cirino

Na esteira da pandemia o BNDES está ofertando várias linhas de crédito a juros baixíssimos para os empresários manterem seus negócios. De todas estas linhas a mais simples parece ser aquela ofertada por bancos e fintechs a partir do faturamento das máquinas de cartão de crédito.

Ao invés de passar por uma grande burocracia para comprovação de faturamentos, balanço etc., o empreendedor apenas indica a maquininha que usa e os sistemas verificam a disponibilidade e aprovam o crédito direto, diz Derson Oliveira, CEO da Fintech Bbank.

Quem pode?

Qualquer MEI, MICRO E PEQUENAS EMPRESAS que estavam operando até um ano antes da pandemia, entre 01/03/2019 e 29/02/2020, podem aprovar crédito com base para suas vendas na máquina de cartão.

As condições:

  • Crédito: de R$ 5mil até R$ 50mil
  • Juros: de 0,48% mês
  • Prazo: até 36 meses
  • Carência: 6 meses

Em questão de minutos é possível simular contratar o crédito, só entrar no site:  https://credcash.com.br/?id=7.