Vídeo:no retorno de Mike Tyson luta termina em empate

Mike Tyson vs Roy Jones. O resultado não agradou ao antigo rei dos pesos pesados

Mesmo sem vencedor oficial, ex-campeão do peso pesado mostra mais volume de golpes em confronto de oito rounds

Fonte: Superlutas

Não houve nocaute, mas, quem esperava ver Mike Tyson de volta aos ringues e esboçar um pouco da agressividade que o tornou famoso no boxe, não se decepcionou. Neste sábado (28), em Los Angeles (EUA), o ex-campeão mundial na ‘nobre arte’ voltou à ação contra o também lendário Roy Jones Jr. e não fez feio para um lutador de 54 anos. Durante oito rounds, o ‘Homem de Ferro’ mostrou muita vontade e foi superior ao rival em todos os assaltos. Como divulgado antes da luta, não houve vencedor anunciado por se tratar de um confronto de exibição e um empate foi decretado.

Leia também:

Pequenos empreendedores podem pedir crédito emergencial de até R$ 50mil on-line

Conhecido como um dos melhores pugilistas de todos os tempos, Mike mostrou reflexos apurados e chegou a surpreender Jones com golpes potentes, principalmente na linha de cintura. Com o decorrer da luta, Roy deu sinais de cansaço, enquanto Tyson seguia buscando a luta franca.

A superluta deste final de semana marcou a volta dos dois ex-campeões aos ringues após anos de inatividade. Tyson não se apresentava desde 2005, enquanto Roy havia feito seu último confronto em fevereiro de 2018.

Depois da luta, os atletas trocaram elogios e Mike sugeriu uma revanche. Roy sorriu e disse que iria pensar junto à sua família.

A luta

No primeiro round, Tyson tomou a iniciativa buscando encurtar a distância. Soltando jabs e diretos, o atleta tentava intimidar Jones, que atuava de guarda alta. Ao longo do tempo, Tyson lançava sua famosa combinação de direto, cruzado e gancho na linha de cintura. Jones parecia intimidado e se agarrava a Mike a cada investida do ex-campeão dos pesados.

Na segunda etapa, Mike seguiu mais agressivo. Logo nos segundos iniciais, o atleta soltava combinações de socos, mas a ação parava quando Jones voltava a buscar o clinch. Por vezes, o árbitro teve que interromper o duelo para afastar os atletas. Mas Tyson permanecia buscando a trocação franca.

O terceiro round, Mike continuou tomando a iniciativa. Visivelmente empolgado, Tyson tentava machucar Jones com potentes ganchos e cruzados. Jones ensaiava bons momentos, baixando a guarda e tentando induzir Tyson ao erro, mas o ‘Homem de Ferro’ seguia concentrado.

Assim como nos assaltos anteriores, Jones seguiu em desvantagem no quarto. O multicampeão dava sinais de cansaço e lançava golpes sem efeito. Tyson respondia com combinações e tentava obrigar o rival a desistir. A cada ataque de Mike, Jones buscava o clinch.

Mais cansado, Jones passou a ‘amarrar’ o confronto. Em alguns momentos da sexta etapa, o lutador baixava a guarda e tentava provocar Tyson. O ex-campeão dos pesados não se intimidava e continuava perseguindo Roy pelo ringue. Enquanto Mike queria a luta, Jones freava as intenções do adversário.

Com a vitória (virtual) assegurada, Tyson dependia apenas dele para sair moralmente com o resultado positivo. Precisando mostrar mais suas armas, Jones optou por se manter na defesa e apenas absorvia os ataques do ‘Homem de Ferro’.

No último round, Mike não diminuiu o ritmo. O atleta continuava tentando mostrar sua superioridade, enquanto Jones, exausto, apenas resistia. O confronto seguiu amarrado até o soar do gongo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui