Câmara Legislativa lança portal da transparência do CLDF Saúde (Fascal)

O novo portal vai permitir ao cidadão conhecer os processos de credenciamento de clínicas, hospitais e profissionais, acompanhar os valores empenhados, liquidados e pagos, bem como acessar relatórios da administração da gestão do fundo e verificar os cálculos atuariais | Foto: Silvio Abdon/CLDF.

O CLDF Saúde, antigo Fascal, ganhou um portal da transparência nesta sexta-feira (18). Específico para os processos, contas e demais assuntos relativos ao fundo de natureza pública que presta assistência de saúde aos servidores, comissionados e parlamentares do Legislativo local, o portal pretende “radicalizar na transparência”, conforme aponta o vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos), responsável pela gestão do plano.

O novo portal vai permitir ao cidadão conhecer os processos de credenciamento de clínicas, hospitais e profissionais de forma integral, mostrando os já credenciados e os que ainda estão em andamento. Além disso, vai tornar possível acompanhar os valores empenhados, liquidados e pagos, bem como acessar relatórios da administração da gestão do fundo e verificar os cálculos atuariais.

“Atualmente, o processo de credenciamento só está disponível no SEI (Sistema Integrado de Informações). O portal vai dar clareza à integra de todos esses processos. E o cidadão vai poder conhecer também a saúde do plano, por meio dos relatórios de gestão”, explica Jefferson Moura Paravidine, assessor da Coordenadoria de Modernização da Informática (CMI) da CLDF.

Acesso

As informações de transparência podem ser acessadas no menu principal da página do Fascal, no Portal CLDF, e também por meio do menu “Atuação CLDF” no Portal da Transparência da Câmara Legislativa.

O deputado Delmasso faz questão de frisar que “uma coisa são os gastos da Casa, e outra, são os do Fascal”. Para ele, essa é uma das relevâncias do portal específico para o plano de saúde, que é mantido também por meio do pagamento de mensalidades e de coparticipações dos conveniados. “É preciso radicalizar na transparência, para que a população entenda as contas”, afirma. Ainda segundo o distrital, o portal vai ser didático e permitir construir uma “série histórica” da administração e contas do fundo.

BSB TIMES [Denise Caputo, CLDF]

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui