Ministério Público Eleitoral pede a cassação do diploma do prefeito de Planaltina Goiás, delegado Cristiomário

MPE pede a cassação de diploma de Cristiomário de Sousa Medeiros por suposta prática de abuso de poder e fraude nas eleições de 2020

Conforme detalhado em minúcias nos autos de Ação de Impugnação de Mandato Eletivo n° 0600002-90.2021.6.09.0044 e nas provas documentais que ali constam, nas eleições municipais de 2020, o Ministério Público Eleitoral desenvolveu investigações em torno do Instituto de Pesquisas Eleitorais denominado IPOP.

Leia também:

Na divisão, pode dar Reguffe ou Leila do Vôlei

Segue trecho

(…) De se ressaltar, ainda, que a quebra de sigilo telefônico autorizada pelo juízo de Alvorada do Norte (planilha anexa) revelou que o requerido CRISTIOMÁRIO DE SOUSA MEDEIROS realizou, ao menos, seis ligações para o proprietário do fraudulento instituto, MÁRCIO ROGÉRIO PEREIRA GOMES: (…) pelos serviços ilegais prestados pelos proprietários do instituto, o candidato impugnado CRISTIOMÁRIO DE SOUSA MEDEIROS realizou um primeiro pagamento à vista no valor de R$10.000,00 (dez mil reais), repassando ainda um valor final na data da entrega da pesquisa. (…)

Veja o documento de impugnação:

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui