Onde emitir boleto do IPVA do DF?

Onde achar os boletos para pagar as taxas e impostos dos veículos quando eles não chegam pelo correio

Por Hélio Rosa

Todo o ano é a mesma coisa no DF: se você não recebeu o boleto do IPVA e licenciamento é preciso buscar, ou na Internet ou nos serviços de atendimento. E não adianta reclamar se atrasou porque não chegou – a multa será cobrada mesmo assim.

No DF o DETRAN (responsável pelo Licenciamento anual)  e a Secretaria de Economia (antiga Fazenda, responsável pelo imposto sobre propriedade de veículos automotores, o IPVA), pasmem, não se acertam para que apenas um órgão tome conta da cobrança, como ocorre em TODOS os outros estados da federação.

O resultado é que se você não recebe o boleto pelo correio você terá de ir atrás, e adivinha – é bem difícil achar a coisa pela internet, o Licenciamento está em um site e o IPVA em outro, e é tudo bem confuso, veja:

– A Secretaria de Economia separou seus sites em um institucional e outro de serviços (o que já complica a busca na internet), quando você acha o site de serviços ainda se depara com um entulhado de certidões, dívidas, outros impostos. Pelo menos o link para o IPVA está bem evidente, mas é preciso preencher o número de PLACA e RENAVAN para daí conseguir emitir o boleto.

– O DETRAN-DF fez a mesma coisa,  separou seus sites em um institucional e outro de serviços, e acredite se você entrar em qualquer um deles você não encontrará nem sequer um indicativo para o LICENCIAMENTO – no site de serviços você terá de clicar em “CONSULTA VEÍCULOS – DÉBITOS” colocar número da PLACA e RENAVAN para aí achar o dito Licenciamento Anual.

Para ajudar nós separamos os “links diretos” apra você não se perder:

LICENCIAMENTO: https://portal.detran.df.gov.br/area-publica/veiculo/debitos

IPVA: https://ww1.receita.fazenda.df.gov.br/emissao-segunda-via/ipva

Esse ano a Secretaria de Economia mandou “avisos” para o e-mail daqueles que têm esse meio cadastrado em seus sistemas, mas sua mensagem se remete, acredite, apenas ao IPVA. O resultado disso, que já costuma ser uma enorme confusão pode confundir ainda mais, pois pessoas comuns (que não são burocratas típicos) não se atentam para o fato de que existem DUAS coisas a pagar, e confundem tudo pelo seu “genérico”, ou seja o IPVA, e acabam pagando APENAS O IMPOSTO, deixando de lado o licenciamento.

Daí é parado numa “blits”, crente de que está tudo certo e o carro acaba retido.

Outro resultado disso é o entulho de pessoas nas agências do Na Hora e do DETRAN, pois muitos não sabem lidar bem com emails, apps e sites, ou simplesmente não acessam a Internet.

Além do incomodo aos cidadãos isso no fim representa também um dano aos cofres públicos, porque gera mihões em atraso do pagamento do Licenciamento e IPVA todo o ano.

Aqui aquele velho e surrado princípio da PUBLICIDADE seria bem empregado, mas faz tempo que não vemos campanha alguma para, ao mínimo, lembrar o cidadão de pagar os famigerados imposto e licenciamento.

Pelo menos nos livramos do infame seguro obrigatório, e de ter de esperar rezando para o “verdinho” chegar, mas isso já é outra história.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui