CRM-DF condena o lockdown em nota pública

Brasília 60 anos - Rodoviária do Plano Piloto

Por Rogério Cirino

Nesta segunda (1/02) o Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF) emitiu nota onde se posiciona contra o decreto de lockdown determinado pelo governador Ibaneis Rocha.

Segundo o documento a medida se mostrou “ineficaz” e seria condenada até mesmo pela OMS, sendo responsável pelo aumento da pobreza.

A nota aponta como exemplo de fracasso o caso do Amazonas que teria visto o pico da disseminação de covid exatamente 30 a 45 dias após o lockdown. Também cita o documento o aumento de transtornos de ordem mental e o abuso de drogas, além de chamar atenção para o fato de a curva epidemiológica ter aumentado exatamente após o carnaval e o afrouxamento das medidas de distanciamento e higiene.

Veja a nota:

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui