TC Genilson, simbiose na polícia militar e comunidade, um exemplo a ser seguido

TC Genilson Duarte, recebendo título de Cidadão Benemérito de Brasilia na CLDF | Foto: Reprodução

Músico, jogador de futebol, religioso, empreendedor social, tudo junto e misturado com o soldado que virou oficial

Por Helio Rosa

Quem é de Planaltina e de Sobradinho conhece o garoto Genilson que virou comandante da polícia militar, assim quem é da tropa da PMDF conhece o soldado Genilson que virou oficial. Nada acontece por acaso. Quer conhecer um homem? Dê poder a ele!

O jovem Genilson que anda pelos bairros comunitários buscando se relacionar com quem realmente são os defensores da polícia militar: a comunidade.

Quando teve a primeira oportunidade de comandar o 14° Batalhão de Polícia Militar de Planaltina, mostrou sua humildade e capacidade. Uma tropa de cerca de 280 policiais, TC Genilson conseguiu integrar polícia e comunidade em projetos sociais.

Foram muitos projetos sociais, vale destacar sua idealização no terceiro setor com o Instituto JovenPlan, além de ser um incentivador do 14° Comunidade com projetos realizados nas instalações do 14° Batalhão da PM em Planaltina, atendia cerca de 1.000 (mil) famílias. Pessoas de 07 aos 80 anos faziam parte desse público alvo. As atividades esportivas e cursos de idiomas eram promovidos por voluntários civis e policiais militares, uma verdadeira simbiose.

Na verdade, quem é o Comandante Genilson Duarte, assim conhecido pela comunidade?

Genilson Alves Duarte, Tenente Coronel do Quadro de Oficiais Policiais Militares Combatentes da PMDF. Nasceu em Sobradinho em 16 de janeiro de 1972; morador de Planaltina há 49 anos, estudante de escola pública; atuou em categorias de base do futebol de Sobradinho (Estrela, Brasília, Internacional/Colorado), atuou como jogador amador e profissional na equipe do Planaltina Esporte Clube; em 1991 ingressou na Policia Militar como soldado até 1994. Foi aprovado no vestibular da UNB em 1995 e ingressou no Curso de Formação de Oficiais da Corporação. Há 29 anos na PMDF, já serviu nas Unidades da Papuda, São Sebastião, Paranoá, Congresso Nacional, Comando Metropolitano, Casa Militar, Centro de Inteligência, Escritório de Gerenciamento de Grandes Eventos do Subcomando Geral, 14° Batalhão em Planaltina onde atuou por 4 (quatro) anos como Comandante, como também no 13° Batalhão de Sobradinho onde foi Comandante por 4 meses. Possui várias condecorações, dentre elas, Medalha do Mérito Brasília, Mérito Alvorada, Mérito Buriti, Mérito Dom Pedro II, Mérito Amigos da Escola e Cidadão Benemérito de Brasília, honraria concedida pela Câmara Legislativa do Distrito Federal. O Tenente Coronel Genilson é Mestre em Ciência Política pela UNIEURO, especialista em Docência Superior, Especialista em Polícia Comunitária, Especialista em Inteligência de Segurança Pública, Especialista em Gestão Estratégica de Segurança Pública e Professor de Futebol – CREF-DF 011785/P-DF. Comandante Genilson, como é carinhosamente conhecido, também foi músico da Banda de Música do antigo Centro Educacional 01 de Planaltina-DF e quando de seu ingresso na PMDF, também integrou a Banda Sinfônica da Instituição.

Segundo pesquisas, seu nome tem aparecido muito bem pontuado para as eleições de 2.022, quem sabe pela primeira vez a Polícia Militar eleja um representante na CLDF que pensa em todos: nos oficiais, na tropa e na comunidade?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui