Bolsonaro, sobre gravação de Kajuru: “A que ponto chegamos?”

A declaração foi feita quando o presidente falava com simpatizantes

Por Hélio Rosa

O presidente reclamou nessa segunda da gravação feita pelo senadorJorge Kajuru (Cidadania-GO) onde os dois teriam discutido a ampliação das investigações da CPI do Covid, sobretudo para abranger ações dos governadores e prefeitos. Para o presidente o senador não tinha o direito ou autorização para a divulgação da conversa.

“Eu fui gravado em uma conversa telefônica, está certo? A que ponto chegamos no Brasil? Gravado (…) A gravação é só com autorização judicial. Agora, gravar o presidente e divulgar… E outra, só para controle, falei mais coisas naquela conversa lá. Pode divulgar tudo da minha parte, tá?.” disse o presidente.

Além de discutir a ampliação da CPI do Covid ambos conversaram sobre  pedidos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O senador alega que avisou ao presidente que divulgaria a conversa 20 minutos antes da ligação.

Helio Rosa, planaltinense, 50 anos, casado, pai de três filhos, graduado em ciências naturais e gestão pública. Jornalista e especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades. Fez Agenda 21 e Coleta Seletiva. Foi Conselheiro do CONAM-DF e do CBH-Paranaiba. Está como Presidente do Conselho de Desenvolvimento Nacional - CDN. Ministra cursos de empreendedorismo, terceiro setor, trabalho remoto, economias circular, criativa e compartilhada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui