Estevão Reis se reúne com recicladores de Sobradinho e Sobradinho II

Dia 20 foi realizada reunião com os recicladores de resíduos da construção civil que atuam no transbordo informal do Sansão, próximo ao Pólo de Cinema em Sobradinho.

O encontro contou com a participação de 20 recicladores e foi realizado na própria área de transbordo.

Na oportunidade, Estevão Reis deu andamento ao processo de apoio técnico e político àqueles trabalhadores que são tão importantes para a manutenção da limpeza e da destinação adequada de resíduos da construção civil gerados em Sobradinho e Sobradinho II.

O transbordo informal do Sansão funciona desde os anos 1990 e sempre foi uma solução eficaz para deixar Sobradinho e Sobradinho II limpas, funcionando como um recurso de estocagem e logística para o SLU, para a NOVACAP e para as administrações regionais de Sobradinho e Sobradinho II.

“O fato é que esses nobres trabalhadores autônomos da sociedade ajudam a limpar nossas cidades e retiram o sustento das suas famílias com a reciclagem que realizam nesse transbordo informal do Sansão”, disse Estevão.

Na última quarta-feira, foi realizada reunião com o Dr. Silvio Vieira, atual presidente do SLU, que nos acolheu e informou que realizará uma análise técnica para verificar a viabilidade e a possível elaboração de projeto para a implantação de uma ATTR (Área de Transbordo de Triagem de Resíduos) no local, capaz de receber resíduos da construção civil e volumosos (sofás,madeiras, plásticos e metais).

Os recicladores estão unidos com o objetivo de se organizarem numa associação para a criação da CRS (Central de Reciclagem de Sobradinho) para buscar melhorias nas condições de trabalho, apoio técnico e jurídico.

Eles querem mais dignidade e segurança no trabalho para que possam desempenhar com respeito e regularização sua profissão escolhida, tão importante para a sociedade e para o meio ambiente.

Para as questões técnicas de engenharia e saneamento ambiental, Estevão disse que conta com o apoio do engenheiro civil Rodolfo Siqueira de Brito, presidente do CBH Maranhão-DF, colega de trabalho dos tempos de Administração Regional de Sobradinho II e ambientalista atuante na região norte do DF. Também conta com apoio técnico do DCE do CEUB nas ações socioambientais relativas planejadas para esse projeto.

Para que esse importante empreendimento socioambiental se torne viável, eles contam com o SLU, Administração Regional de Sobradinho, Administração Regional de Sobradinho II, ONGs ambientalistas de Sobradinho e de Sobradinho II, Conselho de Desenvolvimento do DF, Conselho de Desenvolvimento Nacional, Gabinete da Deputada Federal Celina Leão, dentre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui