Candidatos ao GDF darão palanques ao presidenciáveis em 2022

A ordem de palanques será possivelmente de centro direita e centro esquerda

Por Helio Rosa

Com a polarização entre Bolsonaro e Lula, a tendência é a terceira via se enfraquecer. Mas para ocorrer o segundo turno, haverá um pouco mais de 10 candidatos à Presidência da República.

Os possíveis palanques são Ciro Gomes (PDT) com Leila do Vôlei (PSB), Bolsonaro (Sem Partido) e Flávia Arruda (PL), Lula (PT) e Ibaneis (MDB), além de outros nomes como o ex-juiz Sérgio Moro (sem partido) e o senador Álvaro Dias (Podemos) que possuem a simpatia do senador Reguffe (Podemos), que ainda não se definiu a que virá.

Leia também:

Chegou mais uma temporada de “O gambito do Arruda”

Lira dirá ao STF que Constituição não lhe dá prazos para analisar impeachment

Novos partidos no DF entram no jogo da disputa ao GDF

A deputada Paula Belmonte para formar seu palanque, terá que, no mínimo, sair do Cidadania para começar alguma coisa, pois seu esposo Felipe Belmonte é suplente no senado federal.

Há ainda o Amoêdo (Novo) que deve se juntar com os concorrentes palacianos, o empresário Alexandre Guerra ou a distrital Julia Lucy, ambos do Novo, já o PCdoB, PSTU e PSOL devem repetir seus candidatos anteriores.

É claro que surgirão novos nomes que ainda não desenharam seus palanques, como é o caso dos apresentadores Luciano Huck e Danilo Gentili, que não sabemos se é só encenação.

Neste tabuleiro político, está cada vez se clareando qual será a próxima jogada para fechar o xeque mate em 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui