Omar Aziz é escolhido presidente da CPI da Covid; Renan é indicado como relator

Renan poderá ser o relator da CPI após o TRF-1 derrubar decisão judicial que impedia o senador de exercer a função

Nesta terça-feira (27), o Senado Federal escolheu os senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para presidir a CPI da Covid-19, que vai investigar irregularidades cometidas por governos durante a pandemia. Aziz será o presidente, e Randolfe, vice.

Omar Aziz recebeu oito votos, entre os 11 membros da comissão, e derrotou Eduardo Girão (Podemos-CE), que foi autor do requerimento que estendeu o foco de atuação da CPI da Pandemia para abranger a aplicação por estados e municípios dos recursos repassados pelo governo federal.

Com a decisão, Aziz indicará Renan Calheiros (MDB-AL) para a relatoria da CPI. A Justiça Federal em Brasília tentou barrar a indicação de Renan. No entanto, nesta terça (27), o TRF-1 derrubou a liminar e permitiu que o senador seja nomeado.

A sessão que definiu os nomes começou às 10h. O senador Ciro Nogueira (PP-PI) iniciou tentando cancelar a CPI, alegando que que alguns senadores indicados pelos partidos para compor a comissão já participam de outros colegiados do tipo, o que seria vetado pelo regimento do Senado. Mesmo assim, a comissão prosseguiu.

Em seu primeiro discurso, o presidente disse que “não haverá prejulgamentos” de sua parte. “Essa CPI não pode servir para se vingar de absolutamente ninguém. Essa CPI tem que fazer justiça a milhares de órfãos que a covid está deixando”, afirmou Aziz.

Agora que está oficialmente instalada e com o comando definido, a comissão tem autonomia para decidir se os seus próximos compromissos serão presenciais, virtuais ou mistos.

Agência do Senado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui