Nova Jersey, nos EUA, dará cerveja de graça a quem tomar vacina contra Covid-19

Funcionário dos transportes em Nova York (EUA) recebe vacina contra a Covid-19 em 10 de março — Foto: Shannon Stapleton/Arquivo/Reuters

‘Benefício’ será concedido aos maiores de 21 anos que tomarem a primeira dose em maio no estado, que tem 37% da população completamente imunizada contra o coronavírus.

O governador de Nova Jersey (Estados Unidos), Phil Murphy, anunciou nesta segunda-feira (3) que quem tomar a primeira dose da vacina contra o coronavírus em maio terá direito a uma cerveja de graça em qualquer um dos 13 bares cadastrados nessa parceria com o governo estadual.

A vacinação contra a Covid-19 está aberta em todo o país para maiores de 16 anos. Entretanto, pela legislação local sobre bebidas alcóolicas, a cerveja gratuita só será distribuída a maiores de 21 anos. Quem estiver interessado deverá apresentar um comprovante da primeira dose no bar.

Segundo a rede de televisão NBC, o estado de Nova Jérsei deve flexibilizar ainda mais as restrições contra o coronavírus nas próximas semanas, começando pela reabertura de restaurantes e pela permissão de eventos ao ar livre.

Cerca de 3,2 milhões de moradores do estado estão completamente vacinados contra o coronavírus — isso dá em torno de 37% da população local. Apesar do ritmo acelerado, a imunização nos EUA ainda não chegou a números que permitam acabar ou minimizar completamente a circulação do vírus.

A média móvel de casos de Covid-19 em Nova Jersey está em trajetória decrescente: segundo o “The New York Times”, o estado registrava no domingo (2) cerca de 1,5 mil novos diagnósticos do coronavírus por dia. Ainda é um valor relevante, mas muito menor do que os quase 4,5 mil novos casos por dia registrados há um mês. Ao todo, o coronavírus matou 25,6 mil pessoas em Nova Jérsei desde o começo da pandemia.

Novas orientações para pessoas vacinadas

A agência reguladora de saúde dos Estados Unidos decidiu, na semana passada, que as pessoas plenamente vacinadas no país poderão ter atividades a céu aberto, como andar e fazer trilhas, sem usar máscaras. No entanto, para as atividades em locais fechados as máscaras continuam obrigatórias.

“As novas diretrizes são um primeiro passo para ajudar os americanos plenamente vacinados a retomar suas atividades que haviam interrompido por causa da pandemia, ao mesmo tempo em que são cientes do risco em potencial de transmitir o vírus a outras pessoas”, disse a CDC.

Usar uma máscara é considerado pelos especialistas a forma mais eficiente de controlar a transmissão. Havia uma discussão sobre o uso de máscaras ao ar livre que já durava semanas. Na decisão foi levado em conta que a maior parte das transmissões de Covid-19 ocorre em ambientes fechados e que há alta de vacinações.

G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui