Quase R$ 14 milhões em infraestrutura para Planaltina

Cidade se transformou em canteiro de obras para ganhar equipamentos públicos nas áreas de saúde, educação, mobilidade, lazer e esporte

IAN FERRAZ, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: CHICO NETO

A centenária Planaltina se transformou em um verdadeiro canteiro de obras. Pela cidade, há construções nas áreas de educação, saúde, mobilidade e lazer e esporte que somam quase R$ 14 milhões para melhorar a vida dos 200 mil moradores da região. Muitas delas foram visitadas pelo governador Ibaneis Rocha na manhã desta sexta-feira (7).

Parquinho atrás do campo de futebol sintético está totalmente novo | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Durante o roteiro pela cidade, o chefe do Executivo local inaugurou um campo de futebol sintético no Arapoanga, onde foram investidos R$ 415 mil. Ibaneis também participou da entrega de parques infantis, praças e quadras poliesportivas. A comitiva do governo conferiu de perto o andamento da construção de escolas, de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e de uma nova entrada de acesso para a cidade.

“É com muita alegria que a gente faz mais uma visita a Planaltina”, declarou o governador. “O motivo de tanta alegria é o carinho da população daqui, a forma calorosa como sempre somos recebidos. Tiramos muitos anos de atraso. Agora, estamos fazendo uma revolução nessa cidade. Uma revolução que agrada as pessoas.”

“Desde 2009, não se colocava um tijolo sequer na área de saúde. O governo tem atuado na cidade e resolvido essas questões”Cláudio Abrantes, deputado distrital

Durante a visita, o governador anunciou a construção de um bloco de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Regional de Planaltina e também de um hospital modular com 102 leitos no mesmo molde do que está sendo erguido na Samambaia. Planaltina vai ganhar ainda conexão pública à internet por meio do programa Wi-Fi Social, que chegará às quatro feiras da cidade: de Hortifrúti, de Confecções, de Utilidades e do Produtor.

“Essas obras estão ocorrendo por toda a cidade, e temos alguns projetos a serem lançados ainda esse ano”, detalhou o governador. “Um deles é a obra do bloco de UTI do Hospital Regional, e também vamos fazer um hospital modular com 102 leitos para resolver por um grande prazo a questão da saúde aqui na região.”

Autor de emendas parlamentares destinadas a diversas obras em andamento na cidade, o deputado distrital Cláudio Abrantes acompanhou toda a visita e elogiou a ação do governo. “A cidade passou um bom tempo sem ter nenhum tipo de investimento”, lembrou. “Havia uma defasagem.  Desde 2009, não se colocava um tijolo sequer na área de saúde. O governo tem atuado na cidade e resolvido essas questões”.

População aprova

O estudante Júlio César dos Santos, 16 anos, utiliza constantemente o novo campo sintético do Arapoanga. “É muito bom para nós”, valoriza. “Eu jogo o dia inteiro, quando posso. É melhor do que o campo de terra, que machuca o pé, e é mais seguro que na rua”.

Campo sintético também ganhou reformas | Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

“O albergue é mais uma obra que estava abandonada, e agora nós vamos entregar para a sociedade”Governador Ibaneis Rocha

A doméstica Renata da Silva, de 40 anos, tem costume de levar a filha Ágata, de 3 anos, para brincar no escorregador do novo parquinho, localizado atrás do campo sintético. A mãe brinca que, se antes a filha não tinha muitas opções de lazer, agora está difícil tirá-la do lugar. “Ela vem e não quer sair mais, não quer ir embora. É muito bom para a gente esse parquinho”, conta ela, que mora no bairro há 18 anos.

Mais vagas em escolas

Na área de educação, Ibaneis Rocha viu de perto a transformação do albergue abandonado da cidade em duas escolas: o Centro Educacional Águas do Cerrado (Cedac) e o Centro de Educação Infantil Pipiripau. Juntas, as duas instituições somam 1,6 mil vagas.

Até o momento, o governo investiu R$ 3 milhões nessas unidades. Além delas, a rede pública de Planaltina – que atende 43 mil estudantes – contou com uma reforma na Escola Classe 16. Por lá, foram aplicados R$ 397 mil para reformar a quadra poliesportiva e construir uma cobertura nela.

“Nós estamos aproveitando estruturas que estavam abandonadas, estruturas qualificadas e fazendo a reforma delas para colocar à disposição da população”, pontuou Ibaneis. “O albergue é mais uma obra que estava abandonada, um dinheiro público desperdiçado por gestões que não souberam fazer a condução correta, e agora nós vamos entregar para a sociedade.”

O Cedac vai contar com 16 salas de aula e de informática, laboratório de ciências, refeitório, cantina, auditório e biblioteca para atender alunos da pré-escola e dos ensinos fundamental e médio. Já o Centro de Educação Infantil Pipiripau é destinado a alunos da pré-escola, com previsão de entrega para o segundo semestre.

UPA e UBS a caminho

UPA de Mestre d’Armas está com 55% de conclusão das obras

A saúde dos moradores da região administrativa mais antiga do DF também é tratada como prioridade, com a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no Vale do Amanhecer e de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na região do Mestre d’Armas.

Obras avançam: GDF investe na qualidade de vida de Planaltina | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Com investimentos de R$ 3,1 milhões, a UBS terá salas de vacina, espera e de reunião, almoxarifado, auditório e banheiros com acessibilidade. “Vamos entregá-la funcionando em agosto”, avisa o diretor-presidente da Novacap, Fernando Leite, responsável pela obra.

A UPA, por sua vez, está com 55% da obra executada e previsão de entrega para julho deste ano. No local, os trabalhos agora se concentram nas instalações elétricas e hidrossanitárias, revestimentos e acabamentos, esquadrias, instalação de gases medicinais e finalização da urbanização externa.

O investimento nessa obra é de R$ 6,1 milhões, dos quais aproximadamente R$ 1,2 milhões serão destinados à aquisição de equipamentos médico-hospitalares. A unidade atenderá urgência e emergência, contando com dois leitos de atendimento crítico emergencial, seis leitos de observação, um leito de isolamento, dez poltronas de medicação/inalação e três consultórios. Além de oferecer exames laboratoriais de urgência e raios-x.

Mobilidade

Uma demanda antiga dos moradores, principalmente da região do Jardim Roriz, do Setor de Oficinas e de Buritis II, III, e IV era uma nova entrada de Planaltina, que já está sendo construída. O asfaltamento de um trecho de 500 metros é feito pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER) e vai beneficiar 50 mil moradores.

A pavimentação vai desde a BR-020 até a Quadra 7 do Setor Residencial Norte (Jardim Roriz). O novo acesso ainda colabora para a criação da Área de Desenvolvimento Econômico (ADE) da cidade.

“Estamos fazendo a Avenida Buritis, que vai ligar a BR-020 ao Arapoanga”, adianta o diretor-presidente da Novacap, Fernando Leite. “Faremos a primeira etapa agora e depois faremos ciclovia e calçadas na região.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui