TRT suspende greve dos motoristas de ônibus em ação das empresas

A ação do Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo (SET) pediu e foi foi concedido o Dissídio Coletivo ao final da noite de segunda, 10, pelo desembargador Mário Sérgio Botazzo. Em decisão liminar, o magistrado que suspendeu a greve dos motoristas de ônibus e estabeleceu multa diária ao Sindicoletivo (que representa aos motoristas) no valor de R$10 mil, diariamente, em caso de paralisação do sistema.

Nas primeiras horas do dia, liderados pelo sindicato, a categoria conseguiu parar o funcionamento da Metrobus no Eixo Anhanguera. No entanto, por volta de 07h00, a Redemob, que controla a operação do sistema, informava que a empresa retomava sua operação com 20% dos ônibus. Por várias horas, foi registrado tumulto nos terminais operados pela empresa.

“Desembargador entendeu a abusividade do exercício do direito de greve dos trabalhadores e deferiu o pedido determinando que o sindicato dos trabalhadores suspenda a paralisação. A decisão ainda determina multa diária de R$ 10.000,00 ao Sindicoletivo em caso de descumprimento”, informou o SET.

Segundo a entidade empresarial, a Polícia Militar está nas garagens dando apoio e garantindo a operação das concessionárias e a segurança dos motoristas.

Fonte: Altair Tavares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui