‘Correio do amor’ no Hospital Regional de Planaltina

Entrega de cartinhas visa humanizar atendimento e espalha felicidade a pacientes e servidores da instituição

Quem passa pela entrada da emergência do Hospital Regional de Planaltina (HRPL) se depara com um convite: “Deixe aqui sua cartinha para pacientes e servidores do HRPL”. O bilhete fixado em um escaninho na parede faz parte da ação Correio do amor, criada pelo Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP/HRPL) e iniciada na segunda-feira (10).

Foto: Divulgação/Agência Saúde-DF
Ideia foi inspirada no projeto ‘HRL por você, para você’, do Hospital da Região Leste (HRL), no Paranoá| Foto: Divulgação/Agência Saúde-DF

Segundo a técnica de enfermagem e idealizadora do projeto, Agostinha Maria de Queiroz, o local será destinado para que familiares e amigos possam deixar suas cartinhas para pacientes internados ou como forma de carinho e gratidão aos servidores. “As cartinhas serão recolhidas e entregues diariamente. Essa ideia foi uma forma que o NQSP encontrou para promover a humanização e levar um pouco de carinho para quem tanto precisa”, relata.

O primeiro a receber esse carinho foi o pequeno João Pedro, de 5 anos, que estava internado na pediatria. Ele ganhou duas cartinhas que alegraram seu dia. Nesta terça-feira (11), ele recebeu alta e, por meio de um áudio, contou como se sentiu: “Eu gostei muito da carta que meus primos fizeram, amei”, disse, aliviado por já estar em casa.

Humanização

A ideia foi inspirada no projeto HRL por você, para você, realizado no Hospital da Região Leste (HRL), no Paranoá. Agostinha destaca que o intuito é levar amor e felicidade para quem passa por uma hospitalização. A iniciativa se torna ainda mais necessária em um momento em que as visitas estão suspensas devido à pandemia.

Ao todo, quatro pessoas da equipe do NQSP participam do projeto. Papéis e canetas estão disponíveis para quem quiser escrever uma mensagem. As cartas deverão ser colocadas no escaninho e serão recolhidas diariamente e entregues aos destinatários.

*Com informações da Secretaria de Saúde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui