Flávio Bolsonaro chama Renan Calheiros de ‘vagabundo’ na CPI do Covid

Presidente Bolsonaro completou: “Tem moral para prender quem?”

Por Hélio Rosa

A fala de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) veio quando o Senador Renan Calheiros (MDB-AL) deu voz de prisão ao ex-secretário de comunicação Fabio Wajngarten. Com a confusão que se seguiu a sessão foi encerrada.

O filho do presidente não poupou adjetivos:

“Imagina a situação. Um cidadão honesto ser preso por um vagabundo como Renan Calheiros”, afirmou Flávio.

O Senador de Alagoas respondeu:

“Vagabundo é você que roubou dinheiro do pessoal do seu gabinete”.

O pedido para prender Fabio Wajngarten teria fundamento no crime de perjúrio (mentir em juízo). Renan Calheiros entendeu que ele mentiu à CPI.

Pedido negado por unanimidade

O presidente da CPI, Senador Omar Aziz (PSD-AM), agiu rápido para impedir a prisão do ex-secretário. Em sala anexa reuniu os 7 líderes da oposição que negaram por unanimidade o pedido de Renan.

Sob pressão do grupo o Senador das Alagoas preferiu retirar o pedido.

Presidente reage também

Em suas redes sociais, o Presidente Jair Bolsonaro replicou o vídeo do momento em que o filho chama Renan de ‘vagabundo’ e completou: ‘Tem moral para prender quem?’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui