Empurroterapia’: denunciado suposto esquema em farmácias da PB

O termo “empurroterapia” foi usado para designar a prática de balconistas de farmácias que tentam de toda forma convencer os clientes a levarem determinado medicamento ou cosmético que não têm a intenção de comprar

Fonte: Portal T5

Um esquema de venda de cosmético que acontecia em uma rede de farmácias na Paraíba foi denunciada por uma reportagem que foi ao ar na noite deste domingo (16), no jornalístico global ‘Fantástico’. Segundo a denúncia, havia a prática da “empurroterapia”. O termo foi usado para designar a prática de balconistas de farmácias que tentam de toda forma convencer os clientes a levarem determinado medicamento ou cosmético que não têm a intenção de comprar. A reportagem diz que, no caso da Paraíba, havia pagamento de comissão por uma fabricante pela venda de um produto anti rugas.

A denúncia revela que alguns laboratórios chegam a dar uma comissão especial para gerentes de farmácias. Um processo da Paraíba foi usado como exemplo detalhado desse escalonamento das comissões, tudo registrado na Justiça do Trabalho do estado. Em um dos processos consultados, a reportagem identificou uma planilha que informa o valor das premiações para quem superasse as metas. Os registros mencionam as vendas de um creme anti rugas e anti celulite.

A proposta da fabricante enviada para uma rede de farmácias intalada no estado era assim: 90 vendedores de balcão que mais vendessem que mais vendessem os cremes, ganhariam R$ 700 de comissão cada um. Os 178 gerente de loja ganhavam R$ 1000. Os 10 gerentes regionais R$ 4000 e os quatro gerentes de operações R$ 5000. Cada um receberia um cartão de débito com o dinheiro da premiação.

Em nota, a rede de farmácias disse que as ações de premiação são direcionadas apenas para performances em geral e não tem vínculos diretos com a venda de medicamentos. Disse ainda que preza pelo respeito máximo à prescrição médica e que qualquer atitude contrária essa prática é totalmente condenável.

A fabricante do creme anti rugas foi procurada pela reportagem, no entanto, não se manifestou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui