DF: Vacinação de professores começa nesta quinta (20)

A determinação do governo é de que a volta às aulas só ocorra depois de aplicadas as duas doses do imunizante nos profissionais de educação | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Enquanto isso, agendamento para pessoas com comorbidades de 30 a 49 anos já está liberado

Por Hédio Ferreira Júnior da Agência Brasília

O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Saúde, começa a vacinar profissionais da educação nesta quinta-feira (20). A informação foi divulgada em entrevista coletiva no Palácio do Buriti, na tarde desta segunda-feira (17). Há expectativas de que esse processo seja, inclusive, antecipado, caso as novas doses de vacinas para o DF esta semana cheguem antes da data prevista.

Foram reservadas 10 mil doses de vacinas, inicialmente, aos professores e funcionários de creches públicas e privadas. Os profissionais serão direcionados a postos de vacinação próximos aos locais de trabalho. As informações serão repassadas pela Secretaria de Educação à de Saúde. Não haverá necessidade de agendamento.

“A decisão de começarmos pelas creches foi por uma preocupação do governador Ibaneis Rocha para que pais e mães possam voltar ao trabalho [presencial] e tenham, o quanto antes, onde deixar as crianças”, informou o secretário da Casa Civil Gustavo Rocha. Confira o vídeo:

A previsão da campanha é atender, nas etapas seguintes, os profissionais de educação de todas as instituições. A determinação do governo é de que a volta às aulas só ocorra depois de aplicadas as duas doses do imunizante.

“A decisão de começarmos pelas creches foi por uma preocupação do governador Ibaneis Rocha para que pais e mães possam voltar ao trabalho e tenham, o quanto antes, onde deixar as crianças”Gustavo Rocha, secretário da Casa Civil

O DF tem registrado um alcance satisfatório de vacinação contra a covid-19. Até esta segunda-feira (17), 107,7% da população com mais de 80 anos já havia recebido as duas doses. Esse percentual ultrapassa os 100% por ter atendido pessoas vindas de outros estados.

Dos cidadãos entre 75 e 79 anos, 47,4% receberam a primeira dose da AstraZeneca, que tem intervalo de três meses entre as duas aplicações e ainda não deu prazo para o recebimento da segunda. Já a população na faixa etária de 70 a 74 anos, 104% já receberam a primeira dose e 96,6%, as duas. De 66 a 69 anos, 92,4% a primeira e 58, 8% as duas. Nos últimos dias, aumentou o alcance do público entre 60 e 65 anos que começou a ser vacinado este mês, passando de 54,9% para 69,0% para a primeira dose.

30 a 45 anos

A Secretaria de Saúde já liberou o agendamento para a vacinação dos cidadãos de 30 a 45 anos de idade que apresentem comorbidades. Antes, é preciso se cadastrar no site vacina.saude.df.gov.br – mesmo endereço para escolha do local de vacinação.

Quem não fizer acompanhamento pela rede pública deverá se encaminhar ao local indicado com o comprovante e o laudo médico atestando a enfermidade. “Estima-se que o Distrito Federal tenha 40 mil pessoas nessa faixa etária do grupo prioritário”, informou o secretário de Saúde Osnei Okumoto.

Nesta semana, o GDF aguarda o recebimento pelo Ministério da Saúde de mais 42, 4 mil doses da vacina Coronavac, para segunda dose; 27 mil da Oxford AstraZeneca para a primeira e 7,3 mil da Pfizer, também para a dose 1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui