Integrantes da cúpula da Secretaria da Saúde do DF pedem exoneração

Além da secretária-executiva, Beatris Gautério, o subsecretário Alexandre Garcia e a coordenadora-geral de contratos desidratam a pasta

Matéria publicda no site Agenda Capital*

Pelo menos três integrantes da considerada “cúpula” da Secretaria de Saúde do Distrito Federal pediram demissão nos últimos dias. Dois pedidos ainda tramitam no sistema eletrônico interno, mas uma exoneração já foi efetivada no Diário Oficial (DODF).

O pedido de desligamento mais recente foi da secretária-adjunta executiva de Saúde, Beatris Gautério de Lima. “Refleti muito antes de tomar esta decisão, pois confio plenamente ter honrado com os compromissos e desafios deliberados a mim. Estar à frente de uma secretaria tão importante no momento difícil que vivemos, foi desafiador”, escreveu a gestora na justificativa.

Ao alegar “motivo de ordem pessoal”, o subsecretário de Atenção Integral à Saúde, Alexandre Garcia, também formalizou a intenção de deixar o cargo considerado estratégico na estrutura da pasta. A solicitação do médico pediatra, que é concursado da rede pública, foi documentada no sistema no último dia 11 de maio (terça-feira), mas até hoje não foi formalizada no DODF.

A coordenadora-geral de Contratos de Serviços de Saúde, Myriane Gilsara Soares e Barbosa, também pediu para sair do órgão nos últimos dias. A substituição por Waldir da Silva Ferreira Júnior foi formalizada no Diário Oficial da última terça-feira (18/5). Ela era a responsável pelos grandes contratos da Secretaria de Saúde, como os mantidos com o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (Iges-DF) e também os de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI).

A coluna Janela Indiscreta, do Metrópoles, procurou a Secretaria de Saúde e aguarda a manifestação. O conteúdo será atualizado quando houver posicionamento oficial do órgão.

Com informações do Metrópoles 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui